Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Confira a arma secreta da China em uma eventual guerra contra os EUA

A evidência do emprego de minas marítimas na doutrina da guerra naval chinesa segue crescendo.
Sputnik

Nas fases finais da Guerra do Pacífico, os estrategistas americanos combinaram genialmente dois sistemas de armas, o revolucionário bombardeiro de longo alcance B-29 e as relativamente simples minas marítimas com explosivos magnéticos ou acústicos, causando um caos na economia e moral japoneses. O esforço para semear profusamente as águas japonesas com milhares de minas foi denominado de "Operação Fome" e esse esforço provou sua alta eficiência para pôr o Japão de joelhos. Contudo, a Marinha americana também foi vítima do emprego hábil da guerra de minas e esses casos são mais recentes.

O caso clássico provém da Guerra da Coreia, quando minas foram colocadas ao largo da Coreia do Norte, evitando que os estadunidenses realizassem uma invasão eficiente em Wonsan. Durante a Guerra do Golfo Pérsico, dois navios norte-americanos, o "Tripoli" e o "Princeton", for…

Exército sírio quebra cerco a Deir ez-Zor

Após três anos, o exército sírio conseguiu quebrar o cerco a Deir ez-Zor.


Sputnik

Segundo a fonte militar que falou com a Sputnik Árabe, o exército sírio apoiado pela Força Aeroespacial russa quebrou o cerco a Deir ez-Zor.


Cidade de Deir ez-Zor
Deir ez-Zor © AFP 2017/ AHMAD ABOUD

Ele acrescentou que um primeiro tanque sírio já ultrapassou a defesa dos combatentes do Daesh, grupo terrorista proibido na Rússia.

A fonte adiantou que a decisão de tomar a cidade foi tomada hoje. O plano foi realizado com êxito: a bandeira síria foi hasteada sobre Deir ez-Zor.
Segundo a fonte militar que falou com a Sputnik Árabe, o exército sírio apoiado pela Força Aeroespacial russa quebrou o cerco a Deir ez-Zor.

Ele acrescentou que um primeiro tanque sírio já ultrapassou a defesa dos combatentes do Daesh, grupo terrorista proibido na Rússia.

A fonte adiantou que a decisão de tomar a cidade foi tomada hoje. O plano foi realizado com êxito: a bandeira síria foi hasteada sobre Deir ez-Zor.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas