Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Força Aeroespacial russa realiza 10 ataques aéreos contra terroristas na Síria

O porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov, informou que a Força Aeroespacial russa realizou, nas últimas 24 horas, 10 ataques aéreos contra posições do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) na província síria de Idlib, todas localizadas longe das povoações.


Sputnik

Em 25 de setembro, com base em dados de inteligência recolhidos por veículos não tripulados e por outras vias, a Força Aeroespacial russa realizou 10 ataques contra posições do Daesh na província de Idlib, informou o porta-voz.


Força Aeroespacial russa na Síria
Sukhoi Su-30 da Força Aérea da Rússia © Sputnik/ Maksim Blinov

Konashenkov sublinhou que todos os ataques foram lançados longe das povoações e que há dados de controlo objetivo que o comprovam. Foram eliminados abrigos subterrâneos, material bélico e locais de armazenamento de munições dos terroristas.

O porta-voz do Ministério da Defesa russo desmentiu as informações do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, sedeado em Londres, de que a Força Aeroespacial russa teria atacado povoações na Síria.

Ele também acrescentou que “as declarações do Observatório relativamente às testemunhas ou voluntários anônimos são infundadas e servem como 'encobrimento informacional' das ações da Frente al-Nusra [organização terrorista proibida na Rússia] e de outros grupos terroristas ligados a ela”.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas