Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Fragata russa Admiral Essen dispara mísseis contra Daesh na Síria

A fragata Admiral Essen da Marinha russa realizou lançamentos de mísseis de cruzeiro Kalibr contra alvos do grupo terrorista Daesh perto da cidade síria de Deir ez-Zor, informa o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"Em 5 de setembro de manhã, a fragata Admiral Essen da Frota do Mar Negro da Rússia, que atualmente está cumprindo missões integrada na força naval permanente da Marinha da Rússia no mar Mediterrâneo, disparou mísseis de cruzeiro Kalibr contra alvos do grupo terrorista do Deash perto da cidade de Deir ez-Zor", diz o comunicado do ministério.


Fragata Admiral Essen dispara mísseis de cruzeiro contra as posições do Daesh
Fragata Admiral Essen dispara míssil de cruzeiro Kalibr © Sputnik/ Ministério da Defesa da Rússia

Além disso, destaca-se que os lançamentos de mísseis de cruzeiro Kalibr foram realizados contra alvos terroristas identificados através de "vários canais".

"O ataque de mísseis resultou na destruição de postos de comando e de comunicação, armazéns com armamentos e munições, bem como uma planta de reparação de material blindado dos terroristas e uma grande concentração de combatentes".

Segundo o Ministério da Defesa russo, a vitória sobre os terroristas do Daesh em Deir ez-Zor e a quebra do bloqueio terrorista na cidade "será uma perda estratégica do grupo internacional terrorista na Síria".


Postar um comentário