Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Fragata russa Admiral Essen dispara mísseis contra Daesh na Síria

A fragata Admiral Essen da Marinha russa realizou lançamentos de mísseis de cruzeiro Kalibr contra alvos do grupo terrorista Daesh perto da cidade síria de Deir ez-Zor, informa o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"Em 5 de setembro de manhã, a fragata Admiral Essen da Frota do Mar Negro da Rússia, que atualmente está cumprindo missões integrada na força naval permanente da Marinha da Rússia no mar Mediterrâneo, disparou mísseis de cruzeiro Kalibr contra alvos do grupo terrorista do Deash perto da cidade de Deir ez-Zor", diz o comunicado do ministério.


Fragata Admiral Essen dispara mísseis de cruzeiro contra as posições do Daesh
Fragata Admiral Essen dispara míssil de cruzeiro Kalibr © Sputnik/ Ministério da Defesa da Rússia

Além disso, destaca-se que os lançamentos de mísseis de cruzeiro Kalibr foram realizados contra alvos terroristas identificados através de "vários canais".

"O ataque de mísseis resultou na destruição de postos de comando e de comunicação, armazéns com armamentos e munições, bem como uma planta de reparação de material blindado dos terroristas e uma grande concentração de combatentes".

Segundo o Ministério da Defesa russo, a vitória sobre os terroristas do Daesh em Deir ez-Zor e a quebra do bloqueio terrorista na cidade "será uma perda estratégica do grupo internacional terrorista na Síria".


Postar um comentário