Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia: EUA provocaram combates em Idlib para impedir o avanço sírio em Deir ez-Zor

Os militantes da Frente al-Nusta iniciaram uma ampla ofensiva contra as posições das tropas sírias ao norte e nordeste da cidade de Hama, na zona de desescalada de Idlib, informou o ministério da Defesa da Rússia nesta quarta-feira.
Sputnik

Segundo o ministério russo, a ofensiva terrorista foi uma manobra dos serviços de inteligência dos EUA para impedir o avanço das tropas sírias em Deir ez-Zor.


Os militantes da Frente al-Nusta iniciaram uma ampla ofensiva contra as posições das tropas sírias ao norte e nordeste da cidade de Hama, na zona de desescalada de Idlib.

"Apesar dos acordos assinados no dia 15 de setembro em Astana, os combatentes da Frente al-Nusra e seus aliados, que se negaram a cumprir as condições do regime de cessar-fogo, iniciaram uma ampla ofensiva contra as tropas governamentais, a partir das 8hs da manhã do dia 19 de setembro, ao norte e nordeste da cidade de Hama, na zona de desescalada de Idlib", informa o comunicado.

Durante o dia, os terroristas conseguira…

Fragata russa Admiral Essen dispara mísseis contra Daesh na Síria

A fragata Admiral Essen da Marinha russa realizou lançamentos de mísseis de cruzeiro Kalibr contra alvos do grupo terrorista Daesh perto da cidade síria de Deir ez-Zor, informa o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"Em 5 de setembro de manhã, a fragata Admiral Essen da Frota do Mar Negro da Rússia, que atualmente está cumprindo missões integrada na força naval permanente da Marinha da Rússia no mar Mediterrâneo, disparou mísseis de cruzeiro Kalibr contra alvos do grupo terrorista do Deash perto da cidade de Deir ez-Zor", diz o comunicado do ministério.


Fragata Admiral Essen dispara mísseis de cruzeiro contra as posições do Daesh
Fragata Admiral Essen dispara míssil de cruzeiro Kalibr © Sputnik/ Ministério da Defesa da Rússia

Além disso, destaca-se que os lançamentos de mísseis de cruzeiro Kalibr foram realizados contra alvos terroristas identificados através de "vários canais".

"O ataque de mísseis resultou na destruição de postos de comando e de comunicação, armazéns com armamentos e munições, bem como uma planta de reparação de material blindado dos terroristas e uma grande concentração de combatentes".

Segundo o Ministério da Defesa russo, a vitória sobre os terroristas do Daesh em Deir ez-Zor e a quebra do bloqueio terrorista na cidade "será uma perda estratégica do grupo internacional terrorista na Síria".


Postar um comentário