Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Fragata russa Admiral Essen dispara mísseis contra Daesh na Síria

A fragata Admiral Essen da Marinha russa realizou lançamentos de mísseis de cruzeiro Kalibr contra alvos do grupo terrorista Daesh perto da cidade síria de Deir ez-Zor, informa o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"Em 5 de setembro de manhã, a fragata Admiral Essen da Frota do Mar Negro da Rússia, que atualmente está cumprindo missões integrada na força naval permanente da Marinha da Rússia no mar Mediterrâneo, disparou mísseis de cruzeiro Kalibr contra alvos do grupo terrorista do Deash perto da cidade de Deir ez-Zor", diz o comunicado do ministério.


Fragata Admiral Essen dispara mísseis de cruzeiro contra as posições do Daesh
Fragata Admiral Essen dispara míssil de cruzeiro Kalibr © Sputnik/ Ministério da Defesa da Rússia

Além disso, destaca-se que os lançamentos de mísseis de cruzeiro Kalibr foram realizados contra alvos terroristas identificados através de "vários canais".

"O ataque de mísseis resultou na destruição de postos de comando e de comunicação, armazéns com armamentos e munições, bem como uma planta de reparação de material blindado dos terroristas e uma grande concentração de combatentes".

Segundo o Ministério da Defesa russo, a vitória sobre os terroristas do Daesh em Deir ez-Zor e a quebra do bloqueio terrorista na cidade "será uma perda estratégica do grupo internacional terrorista na Síria".


Postar um comentário

Postagens mais visitadas