Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Força Aérea israelense anuncia estreia global do caça F-35 em combate

Israel foi o primeiro país ao qual os Estados Unidos autorizaram a venda do caça invisível
Juan Carlos Sanz | El País
Jerusalém - A Força Aérea de Israel revelou nesta terça-feira que foi a primeira a utilizar em combate o F-35, o ultramoderno caça furtivo indetectável para os radares inimigos. O chefe da aeronáutica israelense, general Amikam Nirkin, fez o comunicado aos comandantes das forças aéreas de vários países reunidos ao norte de Tel Aviv.

O general Nirkin mostrou a seus colegas – procedentes dos EUA, Itália, França, Índia e Brasil, entre outros países – a imagem de vários F-35 sobre Beirute, enquanto confirmava que esses aviões tinham participado de ataques em duas frentes.

“O esquadrão do F-35 está em operação e já sobrevoa todo o Oriente Médio”, afirmou o chefe da força aérea.

Nirkin reiterou que, há duas semanas, a Guarda Revolucionária iraniana disparou 32 foguetes contra as Colinas de Golã, planalto sírio ocupado por Israel desde 1967 e que, em resposta à agressão, a aviação…

Graças às ações da Rússia na Síria foi libertado um território de 78 mil km quadrados

Graças às ações dos militares russos na Síria foi libertado um território de 78 mil quilômetros quadrados, afirma o Estado-Maior General da Rússia.


Sputnik

Nesta sexta-feira (25), o chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, Sergei Rudskoy, comunicou que, graças às ações dos militares russos na Síria, foi libertada uma área de 78 mil quilômetros quadrados, incluindo os territórios da província de Latakia e as cidade de Aleppo e Palmira.


Ataques da Força Aeroespacial da Rússia contra as posições do Daesh perto da cidade de Deir ez-Zor (foto de arquivo)
Ataque da Força Aérea da Rússia contra o Daesh em Deir ez-Zor © Sputnik/ Mikhail Voskresensky

"Na sequência das operações realizadas pelas Forças Armadas da Rússia, o território controlado pelas tropas governamentais quadruplicou, de 19 mil quilômetros quadrados [em setembro de 2015] para 78 mil", afirmou Rudskoy.

Atualmente os esforços principais das tropas governamentais e do grupo das Forças Armadas da Rússia estão focados na derrota do último baluarte do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) na região de Deir ez-Zor.

Enquanto isso, o coronel-general Igor Korobov, chefe da Direção Principal do Estado-Maior General das Forças Armadas da Rússia, frisou que o número de militantes do Daesh na Síria, que atualmente estão concentrados principalmente da área central do país, supera os 9 mil.

Ele acrescentou também que na Síria estão atuando mais de 15 mil terroristas da organização Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia).


Postar um comentário