Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia quer ajudar Iraque a combater curdos em Kirkuk

A Turquia informou nesta segunda-feira que estava pronta para ajudar o governo iraquiano a expulsar os combatentes curdos da cidade de Kirkuk, informou AFP.
Sputnik

Ancara teme que a eventual independência do Curdistão iraquiano pode desencadear movimentos semelhantes entre a população curda na Turquia e saudou a operação das forças iraquianas para expulsar as forças do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) de Kirkuk.


"Estamos prontos para qualquer forma de cooperação com o governo iraquiano de modo a acabar com a presença do PKK no território do Iraque", disse o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

O Conselho de Segurança Nacional do Iraque afirmou neste domingo que considerará a presença de militares curdos em Kirkuk como um "declaração de guerra".

Na segunda-feira, as forças iraquianas tomaram amplos territórios nos arredores da cidade, bem como uma base militar, um aeroporto e um campo petrolífero.

Em 2014, as tropas peshmerga curdas …

Hackers norte-coreanos roubam tecnologia de lançamento de mísseis a partir de submarinos

Os hackers norte-coreanos roubaram tecnologias sul-coreanas de lançamento de mísseis balísticos a partir de submarinos, isso pode ser a razão para o recente avanço tecnológico de Pyongyang, expressa o jornal Kyunghyang Shinmun.


Sputnik

"Hackers ligados ao Serviço de Inteligência das Forças Armadas da Coreia do Norte conseguiram penetrar e arrombar o sistema informático de uma das nossas empresas que opera no domínio da defesa. No resultado da investigação realizada, foi revelado que os hackers roubaram documentação com a tecnologia de lançamento a frio de mísseis balísticos a partir de submarinos", declarou a fonte K no Ministério de Defesa sul-coreano, citado pelo Kyunghyang Shinmun.


Líder da Coreia do Norte Kim Jong-un
Kim Jong-un em um submarino norte-coreano © REUTERS/ KCNA

A fonte acrescentou que este arrombamento pode ser a razão para a ruptura inesperada demonstrada pela Coreia do Norte no domínio da instalação e lançamento de mísseis balísticos a partir de submarinos.

A tecnologia de lançamento a frio é utilizada durante os lançamentos de mísseis avançados. Primeiro o míssil é lançado com ar comprimido, depois de atingir uma altitude determinada, o míssil começa utilizando seus próprios motores principais.

Esta tecnologia permite lançar os mísseis quando os submarinos ainda estão debaixo de água.

Segundo o Kyunghyang Shinmun, citado pelo Rossiyskaya Gazeta, os representantes oficiais do Ministério da Defesa e da Procuradoria se recusaram a comentar a informação sobre fuga de tecnologias, mas ainda não a negaram.


Postar um comentário