Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial americano joga culpa para Israel pelo ataque às forças sírias

No domingo (17), a mídia síria relatou ataque ao povoado sírio Al-Harra, província de Deir ez-Zor, na fronteira com o Iraque, supostamente realizado pela coalizão internacional, liderada pelos EUA, tendo como alvo forças governamentais. Porém, um oficial americano culpou Israel pelo ataque.
Sputnik

Anteriormente, uma fonte militar relatou à mídia síria que drones "provavelmente americanos" bombardearam Al-Harra, entre Abu Kamal e Al-Tanf.

Segundo dados das Forças de Mobilização Popular iraquianas, o ataque matou 22 soldados iraquianos. O Observatório Sírio de Direitos Humanos, por sua vez, disse que o número total de vítimas corresponde a 52 pessoas, citado pelo Haaretz.

"Entre [os mortos] estão ao menos 30 militares iraquianos e 16 sírios, incluindo soldados e membros da milícia leal ao governo", afirmou à mídia o chefe do Observatório Sírio, Rami Abdel Rahman.

Comentando a notícia, o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, Adrian Rankine-Galloway, descartou que W…

Hackers norte-coreanos roubam tecnologia de lançamento de mísseis a partir de submarinos

Os hackers norte-coreanos roubaram tecnologias sul-coreanas de lançamento de mísseis balísticos a partir de submarinos, isso pode ser a razão para o recente avanço tecnológico de Pyongyang, expressa o jornal Kyunghyang Shinmun.


Sputnik

"Hackers ligados ao Serviço de Inteligência das Forças Armadas da Coreia do Norte conseguiram penetrar e arrombar o sistema informático de uma das nossas empresas que opera no domínio da defesa. No resultado da investigação realizada, foi revelado que os hackers roubaram documentação com a tecnologia de lançamento a frio de mísseis balísticos a partir de submarinos", declarou a fonte K no Ministério de Defesa sul-coreano, citado pelo Kyunghyang Shinmun.


Líder da Coreia do Norte Kim Jong-un
Kim Jong-un em um submarino norte-coreano © REUTERS/ KCNA

A fonte acrescentou que este arrombamento pode ser a razão para a ruptura inesperada demonstrada pela Coreia do Norte no domínio da instalação e lançamento de mísseis balísticos a partir de submarinos.

A tecnologia de lançamento a frio é utilizada durante os lançamentos de mísseis avançados. Primeiro o míssil é lançado com ar comprimido, depois de atingir uma altitude determinada, o míssil começa utilizando seus próprios motores principais.

Esta tecnologia permite lançar os mísseis quando os submarinos ainda estão debaixo de água.

Segundo o Kyunghyang Shinmun, citado pelo Rossiyskaya Gazeta, os representantes oficiais do Ministério da Defesa e da Procuradoria se recusaram a comentar a informação sobre fuga de tecnologias, mas ainda não a negaram.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas