Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

Integração de armas no Saab Gripen JAS 39C

A Saab divulgou essas fotos no Twitter, no dia 11 de setembro, do Gripen JAS 39C realizando campanha de ensaios em voo para integração de armas (weapons integration, test & eval).


Poder Aéreo

O caça Gripen C aparece equipado com bombas GBU guiadas a laser, bombas SBD – Small Diameter Bombs e mísseis ar-ar Iris-T, além de um pod de designação de alvos.


Gripen JAS 39C

As novas armas integram a última atualização de software versão 20 (MS20) do Gripen feita em 2016. A nova versão traz grandes mudanças, tanto em hardware quanto em software. A maior mudança é o míssil Meteor, já integrado.

A versão 20 também permite a integração da bomba de pequeno diâmetro (Small Diameter Bomb, SDB).

As SDB são armas de precisão para alvos terrestres que são lançadas da aeronave a uma grande distância “stand-off”. A SDB é carregada com os dados dos alvos antes do lançamento e, em seguida, orienta-se para o alvo.

A proteção CBRN (contra ameaças químicas, biológicas, radiológicas e nucleares) também foi reforçada na versão 20.

Outra inovação foi o sistema anticolisão contra o solo, que automaticamente impede a aeronave de se chocar com o solo, se ela entrar em uma situação descontrolada.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas