Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Caça F-22 dos EUA faz pouso de emergência no Alasca

Nesta quarta-feira (11), um caça de quinta geração F-22 Raptor da Força Aérea dos EUA fez um pouso de emergência em uma base militar no Alasca, de acordo com a agência AP.
Sputnik

De acordo com a agência, a aeronave aterrissou na base de Elmendorf-Richardson, na cidade de Anchorage, devido a uma falha no funcionamento do chassi de aterrissagem.

As imagens do acidente divulgadas pelo Facebook demonstram que uma das rodas não saiu e a aeronave acabou pousando sobre sua asa esquerda.

O piloto saiu ileso. Entretanto, a porta-voz da Força Aérea dos EUA, Erin Eaton, informou sobre o início de uma investigação da ocorrência.

Outros acidentes

O avião F-22 é um caça bimotor monolugar produzido pela corporação norte-americana Lockheed Martin. A Força Aérea dos EUA conta com 186 aeronaves do modelo.

Em abril, foi registrada uma falha de motor em um F-22 durante a decolagem da base aérea de Fallon, como resultado a aeronave acabou caindo sobre a pista.

Outro acidente, que também ocorreu em abril, teve lu…

Irã realiza ensaio de sistema antiaéreo Bavar-373

O Irã testou o seu sistema de defesa antiaérea Bavar-373, análogo do sistema russo S-300, informou a agência France-Presse com referência ao comandante da base aérea Khatam al-Anbiya, Farzad Esmaili.


Sputnik

Anteriormente, o comandante desta base aérea havia informado que o sistema de defesa antiaérea Bavar-373 deveria ser entregue às forças de defesa aérea em 2018-2019.



Sistema da defesa antiaérea iraniano Bavar-373
Sistema de defesa antiaérea Bavar-373 © Foto: Iran Military Warfareknow facebook

"Todo o sistema está pronto e já foram realizados os testes. O sistema é totalmente produzido no Irã e algumas partes diferem do S-300", disse o comandante, citado pela agência. Ele acrescentou que Teerã planeja usar esse sistema junto com o S-300.

Mais cedo Esmaili declarou que o Bavar-373 é um análogo do sistema russo S-300, projetado e construído no Irã. Mais do que isso, o comandante declarou que os sistemas de defesa antiaérea S-300 que a Rússia tinha fornecido ao Irã já estão em alerta, ao serviço das Forças Armadas do Irã.

O contrato de fornecimento dos S-300 foi assinado com a Rússia em 2007, mas o seu cumprimento foi adiado devido à aprovação da resolução 1929 da ONU, em 9 de junho de 2010, que proibiu o fornecimento de armamentos ao Irã. Em meados de dezembro de 2016, o embaixador do Irã na Rússia, Mehdi Sanai, comunicou que a Rússia tinha completado os fornecimentos de S-300 ao Irã.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas