Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: presidente ucraniano mata sua indústria ao introduzir novas sanções contra Rússia

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, assinou um decreto sobre as sanções contra a Rússia adotadas pelo Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia. O especialista Eduard Popov falou com a Sputnik e indicou qual o principal objetivo perseguido pelo governo ucraniano com tal iniciativa.
Sputnik

Em 2 de maio, o Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia ampliou as medidas restritivas em relação a diversas pessoas físicas e jurídicas russas, bem como prolongou a vigência das sanções introduzidas anteriormente.

Segundo informou a assessoria de imprensa da entidade, as sanções são aplicadas a pessoas "relacionadas com a agressão no ciberespaço e no campo informacional" contra a Ucrânia, "ações criminosas" contra os cidadãos ucranianos detidos na Rússia, bem como aos deputados da Duma de Estado e do Conselho da Federação da Rússia.

O diretor do Centro de Cooperação Pública e Informativa "Europa", Eduardo Popov, disse ao serviço russo da Rádio Sp…

Irã realiza ensaio de sistema antiaéreo Bavar-373

O Irã testou o seu sistema de defesa antiaérea Bavar-373, análogo do sistema russo S-300, informou a agência France-Presse com referência ao comandante da base aérea Khatam al-Anbiya, Farzad Esmaili.


Sputnik

Anteriormente, o comandante desta base aérea havia informado que o sistema de defesa antiaérea Bavar-373 deveria ser entregue às forças de defesa aérea em 2018-2019.



Sistema da defesa antiaérea iraniano Bavar-373
Sistema de defesa antiaérea Bavar-373 © Foto: Iran Military Warfareknow facebook

"Todo o sistema está pronto e já foram realizados os testes. O sistema é totalmente produzido no Irã e algumas partes diferem do S-300", disse o comandante, citado pela agência. Ele acrescentou que Teerã planeja usar esse sistema junto com o S-300.

Mais cedo Esmaili declarou que o Bavar-373 é um análogo do sistema russo S-300, projetado e construído no Irã. Mais do que isso, o comandante declarou que os sistemas de defesa antiaérea S-300 que a Rússia tinha fornecido ao Irã já estão em alerta, ao serviço das Forças Armadas do Irã.

O contrato de fornecimento dos S-300 foi assinado com a Rússia em 2007, mas o seu cumprimento foi adiado devido à aprovação da resolução 1929 da ONU, em 9 de junho de 2010, que proibiu o fornecimento de armamentos ao Irã. Em meados de dezembro de 2016, o embaixador do Irã na Rússia, Mehdi Sanai, comunicou que a Rússia tinha completado os fornecimentos de S-300 ao Irã.


Postar um comentário