Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Irã realiza ensaio de sistema antiaéreo Bavar-373

O Irã testou o seu sistema de defesa antiaérea Bavar-373, análogo do sistema russo S-300, informou a agência France-Presse com referência ao comandante da base aérea Khatam al-Anbiya, Farzad Esmaili.


Sputnik

Anteriormente, o comandante desta base aérea havia informado que o sistema de defesa antiaérea Bavar-373 deveria ser entregue às forças de defesa aérea em 2018-2019.



Sistema da defesa antiaérea iraniano Bavar-373
Sistema de defesa antiaérea Bavar-373 © Foto: Iran Military Warfareknow facebook

"Todo o sistema está pronto e já foram realizados os testes. O sistema é totalmente produzido no Irã e algumas partes diferem do S-300", disse o comandante, citado pela agência. Ele acrescentou que Teerã planeja usar esse sistema junto com o S-300.

Mais cedo Esmaili declarou que o Bavar-373 é um análogo do sistema russo S-300, projetado e construído no Irã. Mais do que isso, o comandante declarou que os sistemas de defesa antiaérea S-300 que a Rússia tinha fornecido ao Irã já estão em alerta, ao serviço das Forças Armadas do Irã.

O contrato de fornecimento dos S-300 foi assinado com a Rússia em 2007, mas o seu cumprimento foi adiado devido à aprovação da resolução 1929 da ONU, em 9 de junho de 2010, que proibiu o fornecimento de armamentos ao Irã. Em meados de dezembro de 2016, o embaixador do Irã na Rússia, Mehdi Sanai, comunicou que a Rússia tinha completado os fornecimentos de S-300 ao Irã.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas