Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Irã realiza ensaio de sistema antiaéreo Bavar-373

O Irã testou o seu sistema de defesa antiaérea Bavar-373, análogo do sistema russo S-300, informou a agência France-Presse com referência ao comandante da base aérea Khatam al-Anbiya, Farzad Esmaili.


Sputnik

Anteriormente, o comandante desta base aérea havia informado que o sistema de defesa antiaérea Bavar-373 deveria ser entregue às forças de defesa aérea em 2018-2019.



Sistema da defesa antiaérea iraniano Bavar-373
Sistema de defesa antiaérea Bavar-373 © Foto: Iran Military Warfareknow facebook

"Todo o sistema está pronto e já foram realizados os testes. O sistema é totalmente produzido no Irã e algumas partes diferem do S-300", disse o comandante, citado pela agência. Ele acrescentou que Teerã planeja usar esse sistema junto com o S-300.

Mais cedo Esmaili declarou que o Bavar-373 é um análogo do sistema russo S-300, projetado e construído no Irã. Mais do que isso, o comandante declarou que os sistemas de defesa antiaérea S-300 que a Rússia tinha fornecido ao Irã já estão em alerta, ao serviço das Forças Armadas do Irã.

O contrato de fornecimento dos S-300 foi assinado com a Rússia em 2007, mas o seu cumprimento foi adiado devido à aprovação da resolução 1929 da ONU, em 9 de junho de 2010, que proibiu o fornecimento de armamentos ao Irã. Em meados de dezembro de 2016, o embaixador do Irã na Rússia, Mehdi Sanai, comunicou que a Rússia tinha completado os fornecimentos de S-300 ao Irã.


Postar um comentário