Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

Menos emoção, mais razão: Lavrov revela estratégia para crise com Coreia do Norte

A Rússia e a China continuarão a buscar uma abordagem sensata e não emocional para resolver o problema em torno da Coreia do Norte, disse o ministro russo de Relações Exteriores, Sergei Lavrov, nesta sexta-feira.


Sputnik

"Juntamente com a China, continuaremos buscando uma abordagem sensata, não emocional, como se as crianças do jardim de infância começassem a lutar entre si e ninguém pudesse detê-las", afirmou Lavrov em entrevista coletiva na ONU.


Chanceler da Rússia, Sergei Lavrov.
Chanceler russo Sergei Lavrov © Sputnik/ Evgeny Biyatov

A Rússia não tem novas propostas para resolver a crise na Península da Coreia, porém o potencial do roteiro russo-chinês não está esgotado, disse Lavrov.

"Não temos novas propostas sobre o problema nuclear da Península Coreana, porque estamos convencidos de que o potencial do roteiro russo-chinês está longe de ser esgotado. Não ouvimos argumentos razoáveis em resposta à nossa proposta de começar a trabalhar nisso e, não ouvindo as razões explicativas pelas quais nossos parceiros ocidentais, inclusive os Estados Unidos, não podem fazer isso", disse o ministro russo.

É necessária uma pausa na situação em torno da Coreia do Norte, as cabeças quentes devem ser resfriadas, uma vez que uma guerra na Península da Coreia é inaceitável, afirmou Lavrov.

"É inaceitável olhar silenciosamente para as aventuras de mísseis nucleares da Coreia do Norte, mas também é inaceitável desencadear uma guerra na Península Coreana […] Então, as cabeças quentes devem ser resfriadas. É necessário entender que é necessária uma pausa, bem como alguns contatos. Se houver pessoas que desejem mediar, eu gostaria ativamente de recebê-las", disse Lavrov.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas