Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Vários mortos no confronto entres as forças de Maduro e rebeldes armados

Desfecho sangrento aconteceu durante a operação de captura de Óscar Pérez, que está entre os mortos.O piloto sobrevoou prédios do governo com um helicóptero roubado da polícia em junho do ano passado
Maolis Castro e Florantonia Singer | El País

Vários integrantes do grupo liderado pelo ex-policial Óscar Pérez morreram em um confronto com um coletivo – civis armados chavistas – e um comando da Força de Ações Especiais da Polícia Nacional, em que também morreram dois agentes e um militante chavista. Outros cinco membros do grupo foram presos em uma casa na região de El Junquito, no oeste de Caracas. 

O Governo venezuelano confirmou no início desta tarde que o próprio Pérez está entre os mortos. Seu nome se tornou conhecido em junho, quando roubou um helicóptero da polícia e sobrevoou a sede do Supremo Tribunal de Justiça e do Ministério do Interior. Nunca, em 18 anos de chavismo, ocorreu algo parecido na Venezuela.


O ex-inspetor do Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalística…

Militares sírios estão limpando dos terroristas zona adjacente ao aeródromo de Deir ez-Zor

Os militares de uma unidade de elite das Forças Armadas da Síria e da Guarda Republicana procederam no domingo (10) a uma limpeza da zona adjacente ao aeródromo de Deir ez-Zor, informou o correspondente da Sputnik do local.


Sputnik

Enquanto a vanguarda, apoiada pela artilharia e aviação, é responsável pela destruição das fortificações, material e tropas inimigas ao norte da base aérea, avançando do noroeste e da área do cemitério, as unidades do Quinto Corpo do Exército e forças aliadas continuam avançando de Al-Sukhnah se aproximando da periferia sul de Deir ez-Zor.


Material bélico do Exército Árabe Sírio é visto perto de Deir ez-Zor, no início de setembro de 2017
Equipamento militar do Exército Árabe Sírio em Deir ez-Zor © Sputnik/ Kamel Saqr

No fim do dia 9 de setembro, as tropas de elite do exército sírio conseguiram romper o cerco à base aérea pelo Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) ao leste da cidade de Deir ez-Zor e se reunirem com as tropas que defendiam a cidade.

A base da Força Aérea síria esteve cercada pelos terroristas desde janeiro de 2017, ficando mais de mil militares sírios dentro do cerco que continuaram defendendo a cidade, rechaçando quase diariamente ataques dos terroristas. As munições e alimentação têm sido entregues por via aérea.


Postar um comentário