Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Sangue e caos': príncipe saudita chama Trump de 'oportunista' por decisão sobre Jerusalém

O ex-chefe da inteligência saudita, o Príncipe Turki al-Faisal, criticou o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel, em uma das mais acentuadas reações do reino aliado de Washington no Oriente Médio.
Sputnik

Em uma carta a Trump publicada em um jornal saudita nesta segunda-feira, o príncipe Turki, um ex-embaixador em Washington que agora não ocupa nenhum cargo do governo, mas continua influente, chamou a decisão de uma estratagema política doméstica que provocaria violência.


"O derramamento de sangue e o caos definitivamente seguirão sua tentativa oportunista de ganhar eleitoralmente", escreveu o príncipe Turki em uma carta publicada no jornal saudita al-Jazeera.

Trump inverteu décadas de política dos EUA e virou do consenso da crítica internacional na semana passada, reconhecendo Jerusalém como a capital de Israel. A maioria dos países diz que o status da cidade deve ser deixado para negociações entre Israel e os pales…

Ministério da Defesa: Tenente-general russo morre em bombardeios do Daesh na Síria

O tenente-general russo Asapov, que ajudou as forças sírias durante a operação a levantar o bloqueio de Deir ez-Zor, morreu como resultado do bombardeio do Daesh, disse o Ministério da Defesa russo neste domingo.


Sputnik

Valery Asapov morreu depois de sofrer uma "lesão fatal" decorrente de um "bombardeio repentino de morteiros do Daesh", disse o ministério.


Ataques contra as posições do Daesh perto de Deir ez-Zor
Ataque contra o Daesh próximo a Deir ez-Zor © Sputnik/ Mikhail Voskresensky

O ministério especificou que Asapov era um membro do grupo de conselheiros militares russos que fornecem assistência a comandantes sírios durante a operação voltada para a libertação da cidade de Deir ez-Zor.

Ainda de acordo com o ministério, o militar falecido receberá uma condecoração póstuma do Estado.

No início de setembro, as tropas do governo sírio, apoiadas por ataques aéreos russos, quebraram três anos de bloqueio do Daesh ao oeste e ao sul de Deir ez-Zor. Na segunda-feira, o exército sírio atravessou o rio Eufrates com o apoio das Forças Aeroespaciais russas, derrubando militantes de vários assentamentos e atualmente estão desenvolvendo uma ofensiva para o leste da cidade.


Postar um comentário