Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que alguns países ocidentais não querem libertação de Idlib?

A libertação de Idlib marcará a vitória total das forças governamentais e o fracasso dos planos de países ocidentais de derrubar as autoridades legítimas sírias.
Sputnik

No entanto, segundo Pierre Le Corf, ativista francês que vive em Aleppo, a tarefa não será fácil. 


"Será muito difícil libertar Idlib, porque todas as forças da coalizão lideradas pelos EUA e governos [ocidentais] envolvidos na guerra até o momento se opõem à libertação da província", disse Le Corf à Sputnik França.

Ele comentou que assim que a província síria de Idlib for libertada, terá que "libertar as zonas ocupadas ilegalmente pelos EUA, França e até pela Itália no norte do país". Por esse motivo, nenhum desses países quer a libertação da província.

Le Corf salientou que a intenção de manter o status atual poderia levar a "um massacre da população civil de Idlib", referindo-se às múltiplas advertências dos militares sírios e russos sobre a possível encenação de ataques químicos com o prop…

Ministério da Defesa: Tenente-general russo morre em bombardeios do Daesh na Síria

O tenente-general russo Asapov, que ajudou as forças sírias durante a operação a levantar o bloqueio de Deir ez-Zor, morreu como resultado do bombardeio do Daesh, disse o Ministério da Defesa russo neste domingo.


Sputnik

Valery Asapov morreu depois de sofrer uma "lesão fatal" decorrente de um "bombardeio repentino de morteiros do Daesh", disse o ministério.


Ataques contra as posições do Daesh perto de Deir ez-Zor
Ataque contra o Daesh próximo a Deir ez-Zor © Sputnik/ Mikhail Voskresensky

O ministério especificou que Asapov era um membro do grupo de conselheiros militares russos que fornecem assistência a comandantes sírios durante a operação voltada para a libertação da cidade de Deir ez-Zor.

Ainda de acordo com o ministério, o militar falecido receberá uma condecoração póstuma do Estado.

No início de setembro, as tropas do governo sírio, apoiadas por ataques aéreos russos, quebraram três anos de bloqueio do Daesh ao oeste e ao sul de Deir ez-Zor. Na segunda-feira, o exército sírio atravessou o rio Eufrates com o apoio das Forças Aeroespaciais russas, derrubando militantes de vários assentamentos e atualmente estão desenvolvendo uma ofensiva para o leste da cidade.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas