Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Kim Jong-un: Após 'declaração de guerra feroz', Trump e os EUA pagarão caro

Em um raro pronunciamento, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse nesta sexta-feira (horário local) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu povo "pagarão caro"pelas “palavras excêntricas” que pregaram a destruição da Coreia do Norte.
Sputnik

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Trump afirmou que os EUA estão prontos para a "destruição total" da Coreia do Norte, caso isso se faça necessário.


Além disso, o presidente estadunidense chamou Kim de "Homem Foguete", pelo que considera uma "tática suicida" de provocações contra Washington e o resto dos seus aliados na Ásia.

"Agora estou pensando muito sobre a resposta que ele poderia ter esperado quando ele se permitiu que palavras tão excêntricas tropeçassem da sua língua", disse Kim, em declarações reproduzidas pela Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

"Qualquer coisa que Trump possa ter esperado, ele enfrentará resultados além de suas expectativas. Eu vou, …

Moscou e Pequim mobilizam navios, submarinos e aviões de guerra no Pacífico

A Marinha da Rússia e da China mobilizarão, durante as manobras conjuntas Cooperação Naval 2017, 11 navios de superfície e 2 submarinos, comunicou neste domingo (17) em entrevista aos jornalistas Vladimir Matveev, chefe da assessoria de imprensa da Frota do Pacífico.


Sputnik

"Durante a realização da fase naval, por parte da Rússia serão mobilizados o navio antissubmarino Admiral Tributs, a corveta Sovershenny, o navio de resgate Igor Belousov […] e o navio lança-mísseis R-11. Pela parte chinesa participarão destróier de mísseis Shijiazhuang, a fragata de mísseis Daqing, o navio de abastecimento Dongping e o navio de resgate submarino Changdao", informou Matveev.


O destróier Hefei da classe 052D da Marinha chinesa chega a Baltiysk para os treinamentos da China e da Rússia Cooperação Naval 2017
Destroier Hefei da Classe 052D da Marinha da China © Sputnik/ Igor Zarembo

Durante a fase naval das manobras, os militares treinarão a colaboração com a aviação. Nesta fase estarão envolvidos dois aviões Il-38, dois aviões Tu-142, helicópteros Ka-27 da aviação embarcada da Frota do Pacífico. Por parte da China serão mobilizados helicópteros Z-9.

As manobras internacionais Colaboração Naval 2017 terão lugar de 18 a 26 de setembro na base da Frota russa do Pacífico. A fase terrestre será realizada na cidade de Vladivostok de 18 a 21 de setembro, para estes dias estão agendados encontros e reuniões entre as duas partes. A fase naval das manobras começará em 22 de setembro nos mares do Japão e Okhotsk.


Postar um comentário