Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

Moscou: OTAN tenta aumentar tensões na véspera dos exercícios militares Zapad 2017

O vice-ministro russo das Relações Exteriores Aleksei Meshkov declarou na segunda-feira (4) que alguns países da OTAN tentam aumentar as tensões na véspera dos exercícios militares russo-bielorrussos Zapad 2017, marcados para setembro deste ano.


Sputnik

O vice-ministro lembrou que Moscou havia informado a Aliança Atlântica de maneira exaustiva sobre os futuros exercícios, tendo enviado os convites correspondentes.


Helicóptero Mi-8 da Força Aérea da Bielorrússia durante os preparativos para as manobras Zapad 2017
Mi-8 da Bielorússia no exercício militar Zapad 2017 © Sputnik/ Viktor Tolochko

"Aqueles países que tentam agravar a situação ao máximo na véspera destes exercícios, apresentando acusações infundadas contra a Rússia, tencionam impedir a cooperação militar entre os nossos países", comunicou.

Os exercícios conjuntos russo-bielorrussos vão decorrer no período de 14 a 20 de setembro no território da Bielorrússia. Segundo os dados do Ministério da Defesa russo, está planejada a participação de cerca de 12,7 mil militares, 70 aviões e helicópteros, 680 unidades de material bélico, incluindo 250 tanques, 200 peças de artilharia, sistemas de mísseis e morteiros, bem como de 10 navios.

As autoridades de ambos os países declararam várias vezes que as manobras serão abertas para observadores estrangeiros.

Segundo o cenário das manobras, grupos extremistas que recebem apoio militar por via marítima e aérea do exterior se infiltram na Bielorrússia e na região russa de Kaliningrado — enclave situado na costa do mar Báltico entre a Polônia e a Lituânia — para perpetrar atentados e desestabilizar a situação. As tropas devem isolar as áreas de sua infiltração e repelir a agressão.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas