Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Área militar do governo brasileiro demonstra desconforto com suspensão de investigação do caso Queiroz

Integrantes da área militar do governo demostraram desconforto com o pedido de suspensão da investigação para apurar movimentações financeiras de Fabricio Queiroz consideradas "atípicas" pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).
Por Gerson Camarotti | G1

A avaliação de auxiliares do presidente Jair Bolsonaro é que essa decisão tomada pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), só faz prolongar o desgaste provocado pelo caso.

O ministro Luiz Fux atendeu pedido do deputado estadual e senador eleito Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), de quem Queiroz foi assessor. O Coaf apontou movimentação de R$ 1,2 milhão em uma conta bancária de Queiroz durante um ano sem que houvesse esclarecimento.

Para esses auxiliares, foi uma surpresa a solicitação feita por Flávio Bolsonaro para suspender as investigações.

“Ainda não há uma explicação convincente. Enquanto isso não acontecer, o desgaste desse caso vai continuar. Já está demorando demais”, comentou ao blog um auxilia…

Moscou revela fotos de material bélico dos EUA nas posições do Daesh

O Ministério da Defesa da Rússia publicou na sua conta no Facebook fotos aéreas de posições do Daesh (organização proibida na Rússia), perto da cidade de Deir ez-Zor, nas quais se vê material bélico dos EUA.


Sputnik

"Graças às fotografias aéreas captadas entre 8 e 12 de setembro de 2017, perto das posições do Daesh foi detectado um grande número de veículos blindados norte-americanos Hummer que estão em serviço das forças especiais dos EUA", informou o ministério.


Militante das FDS perto de deir ez-Zor, Síria, 12 de setembro de 2017
Terrorista do FDS e jipe norte-americano perto de Deir ez-Zor © REUTERS/ Rodi Said

Segundo o ministério, nas fotos é claramente visível o posicionamento das forças especiais dos EUA em pontos de apoio que anteriormente foram equipados pelos terroristas. Nas fotos não há nenhuns vestígios de ataques, bem como de confrontos com os terroristas ou crateras provocadas por ataques aéreos realizados pela coalizão internacional liderada pelos EUA.

"Embora os pontos de apoio dos destacamentos das Forças Armadas dos EUA estejam nas zonas das atuais posições do Daesh, não existem quaisquer vestígios de preparação para combate. Isso significa que todos os militares norte-americanos que estão ali se sentem seguros nas zonas controladas pelos terroristas", sublinha o ministério.

De acordo com o ministério, as tropas das Forças Democráticas da Síria (FDS), controladas pelos EUA, estão avançando com apoio das forças especiais norte-americanas e sem oposição do Daesh ao longo da margem esquerda do rio Eufrates em direção a Deir ez-Zor.


Nenhum texto alternativo automático disponível.

Hoje, o vale do rio Eufrates é a única grande zona controlada parcialmente pelo Daesh. Nos últimos dias, os militares do Exército sírio, com o apoio da Força Aeroespacial russa, conseguiram fazer grandes avanços na libertação do território dos terroristas. Em 5 de setembro, foi quebrado o cerco do Daesh a Deir ez-Zor, que durou por três anos.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas