Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia quer ajudar Iraque a combater curdos em Kirkuk

A Turquia informou nesta segunda-feira que estava pronta para ajudar o governo iraquiano a expulsar os combatentes curdos da cidade de Kirkuk, informou AFP.
Sputnik

Ancara teme que a eventual independência do Curdistão iraquiano pode desencadear movimentos semelhantes entre a população curda na Turquia e saudou a operação das forças iraquianas para expulsar as forças do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) de Kirkuk.


"Estamos prontos para qualquer forma de cooperação com o governo iraquiano de modo a acabar com a presença do PKK no território do Iraque", disse o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu.

O Conselho de Segurança Nacional do Iraque afirmou neste domingo que considerará a presença de militares curdos em Kirkuk como um "declaração de guerra".

Na segunda-feira, as forças iraquianas tomaram amplos territórios nos arredores da cidade, bem como uma base militar, um aeroporto e um campo petrolífero.

Em 2014, as tropas peshmerga curdas …

Novo conflito à vista? Exército do Irã e do Iraque se unem contra o Curdistão iraquiano

Irã e Iraque realizarão exercícios militares conjuntos em resposta ao referendo de independência "ilegítimo" do Curdistão iraquiano, informou AFP, citando fontes militares em Teerã.


Sputnik

O Irã, que faz fronteira com o Iraque e a região autônoma curda, se opôs firmemente ao plebiscito celebrado no dia 25 de setembro por temer a intensificação dos movimentos separatistas curdos em seu próprio território.


Exército do Iraque
Exército do Iraque © REUTERS/ Stringer

O governo central do Iraque, assim como diversos países em toda a região, não reconhece os resultados do referendo, que contou com uma ampla participação popular e que demonstrou um apoio superior aos 90% à causa da independência.

"Um exercício militar conjunto entre as Forças Armadas do Irã e as unidades do exército do Iraque será realizado nos próximos dias ao largo da fronteira compartilhada", informaram as fontes, segundo as quais serão também realizadas manobras em locais de fronteira entre o Irã e o Curdistão iraquiano.

As fontes da agência também enfatizaram que Teerã defende a integridade territorial do país vizinho e rejeita o referendo "ilegal" de Erbil, capital da região autônoma curda.

Esta semana, o exército iraquiano já participou de manobras com militares turcos na fronteira do Iraque. Além disso, Ancara anunciou que o seu Exército estava pronto para adotar "medidas necessárias" contra o Curdistão iraquiano.


Postar um comentário