Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Argentina concorda em construir bases norte-americanas em seu território

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, aprovou a construção no país de várias bases militares dos EUA, informou no sábado (21) o portal mexicano Aristegui Noticias com referência a fontes informadas.
Sputnik

De acordo com o portal, trata-se de ao mínimo três bases militares a serem construídas nas províncias de Neuquén (onde fica a jazida de gás de xisto Vaca Muerta), Misiones e Tierra del Fuego, de onde se pode controlar a Antártida.

A sua criação deve ser financiada pelo Comando Sul dos EUA. Um dos principais adeptos da criação de bases seria a ministra da Segurança da Argentina, Patricia Bullrich.

Além disso, nota o portal mexicano, a ministra elogiou a chegada ao país de instrutores americanos que efetuam a preparação dos policiais argentinos antes da cúpula do G20 em novembro. Isso viola as atuais leis argentinas, porque é necessário obter a autorização do Congresso para tais ações, algo que não foi feito.

Novo conflito à vista? Exército do Irã e do Iraque se unem contra o Curdistão iraquiano

Irã e Iraque realizarão exercícios militares conjuntos em resposta ao referendo de independência "ilegítimo" do Curdistão iraquiano, informou AFP, citando fontes militares em Teerã.


Sputnik

O Irã, que faz fronteira com o Iraque e a região autônoma curda, se opôs firmemente ao plebiscito celebrado no dia 25 de setembro por temer a intensificação dos movimentos separatistas curdos em seu próprio território.


Exército do Iraque
Exército do Iraque © REUTERS/ Stringer

O governo central do Iraque, assim como diversos países em toda a região, não reconhece os resultados do referendo, que contou com uma ampla participação popular e que demonstrou um apoio superior aos 90% à causa da independência.

"Um exercício militar conjunto entre as Forças Armadas do Irã e as unidades do exército do Iraque será realizado nos próximos dias ao largo da fronteira compartilhada", informaram as fontes, segundo as quais serão também realizadas manobras em locais de fronteira entre o Irã e o Curdistão iraquiano.

As fontes da agência também enfatizaram que Teerã defende a integridade territorial do país vizinho e rejeita o referendo "ilegal" de Erbil, capital da região autônoma curda.

Esta semana, o exército iraquiano já participou de manobras com militares turcos na fronteira do Iraque. Além disso, Ancara anunciou que o seu Exército estava pronto para adotar "medidas necessárias" contra o Curdistão iraquiano.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas