Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan anuncia oficialmente início da operação militar em Afrin

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou início oficial da operação militar em Afrin.
Sputnik

De acordo com o presidente turco, a operação militar já começou, de fato, no terreno.


"A operação antiterrorista começou, de fato, em Afrin", declarou Erdogan, discursando na província de Kutahya.

Segundo ele indicou, a operação seguinte será realizada na cidade síria de Manbij.

Segundo informa a agência Anadolu, o presidente turco destacou que o "Ocidente deve entender que a Turquia é um aliado que deve ser tomado em conta e com o qual é preciso cooperar na região".

Mais cedo, em uma entrevista ao canal Haberturk, o ministro da Defesa turco, Nurettin Canikli, afirmou que ataques mútuos, realizados na fronteira entre a Turquia e a Síria, deram início à operação militar na província de Afrin.

O ministro também destacou que a operação militar tem como objetivo eliminar todos os "corredores terroristas".

Segundo Canikli, "a operação em Afrin é um direito…

Novo 'destruidor de tanques' russo pode reduzir a cinzas os Abrams e Leopard

Em breve, serão realizados testes estatais do novo canhão antitanque Sprut-SDM1. Graças às suas características modernizadas, esta arma foi batizada de "destruidor de tanques".


Sputnik

Espera-se que a produção em série da arma, destinada para as tropas paraquedistas da Rússia, comece em 2018. O Sprut-SDM1 substituirá a versão Sprut-SD que entrou em serviço em 2005.


Destruidor de tanques 2S25 Sprut-SD exposto no fórum militar EXÉRCITO 2017
Destruidor de tanques 2525 Sprud SD © Sputnik/ Ekaterina Nenakhova

As capacidades da nova arma superam as de qualquer canhão autopropulsado. O Sprut-SDM1 pode bombardear tanques e outros veículos blindados.

"Isso significa que as capacidades desta arma são semelhantes às de um tanque. Outra característica comum com os tanques é o seu canhão liso de 125 milímetros", informa Vladimir Tuchkov no seu artigo publicado no jornal russo Svobodnaya Pressa.

Graças ao seu poder de fogo, que quase equivale aos tanques T-72 e T-90, o Sprut foi batizado como um autêntico "destruidor de tanques". Tuchkov destaca que o canhão, juntamente com o tanque russo Armata, podem reduzir a cinzas os tanques Abrams e Leopard da OTAN.

Para que o canhão, cujo disparo provoca enormes cargas, pudesse ser instalado em uma plataforma de lagarta mais leve, os engenheiros russos tiveram que usar sua máxima criatividade. Desta forma, decidiram diminuir o recuo do Sprut até 740 mm e introduziram na sua concepção mecanismos de suspensão hidropneumática.

O Sprut-SDM1, à semelhança de um tanque, pode ser carregado automaticamente. Graças a esta função, a arma tem uma velocidade de tiro muito elevada.

Além do canhão de 125 milímetros, a nova modificação do Sprut recebeu uma metralhadora adicional de 7,62 milímetros, que vem integrada em um bloco de combate análogo ao usado no tanque T-90M.


Postar um comentário