Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Moscou revela fotos de material bélico dos EUA nas posições do Daesh

O Ministério da Defesa da Rússia publicou na sua conta no Facebook fotos aéreas de posições do Daesh (organização proibida na Rússia), perto da cidade de Deir ez-Zor, nas quais se vê material bélico dos EUA.
Sputnik

"Graças às fotografias aéreas captadas entre 8 e 12 de setembro de 2017, perto das posições do Daesh foi detectado um grande número de veículos blindados norte-americanos Hummer que estão em serviço das forças especiais dos EUA", informou o ministério.


Segundo o ministério, nas fotos é claramente visível o posicionamento das forças especiais dos EUA em pontos de apoio que anteriormente foram equipados pelos terroristas. Nas fotos não há nenhuns vestígios de ataques, bem como de confrontos com os terroristas ou crateras provocadas por ataques aéreos realizados pela coalizão internacional liderada pelos EUA.

"Embora os pontos de apoio dos destacamentos das Forças Armadas dos EUA estejam nas zonas das atuais posições do Daesh, não existem quaisquer vestígios de pre…

Novo 'destruidor de tanques' russo pode reduzir a cinzas os Abrams e Leopard

Em breve, serão realizados testes estatais do novo canhão antitanque Sprut-SDM1. Graças às suas características modernizadas, esta arma foi batizada de "destruidor de tanques".


Sputnik

Espera-se que a produção em série da arma, destinada para as tropas paraquedistas da Rússia, comece em 2018. O Sprut-SDM1 substituirá a versão Sprut-SD que entrou em serviço em 2005.


Destruidor de tanques 2S25 Sprut-SD exposto no fórum militar EXÉRCITO 2017
Destruidor de tanques 2525 Sprud SD © Sputnik/ Ekaterina Nenakhova

As capacidades da nova arma superam as de qualquer canhão autopropulsado. O Sprut-SDM1 pode bombardear tanques e outros veículos blindados.

"Isso significa que as capacidades desta arma são semelhantes às de um tanque. Outra característica comum com os tanques é o seu canhão liso de 125 milímetros", informa Vladimir Tuchkov no seu artigo publicado no jornal russo Svobodnaya Pressa.

Graças ao seu poder de fogo, que quase equivale aos tanques T-72 e T-90, o Sprut foi batizado como um autêntico "destruidor de tanques". Tuchkov destaca que o canhão, juntamente com o tanque russo Armata, podem reduzir a cinzas os tanques Abrams e Leopard da OTAN.

Para que o canhão, cujo disparo provoca enormes cargas, pudesse ser instalado em uma plataforma de lagarta mais leve, os engenheiros russos tiveram que usar sua máxima criatividade. Desta forma, decidiram diminuir o recuo do Sprut até 740 mm e introduziram na sua concepção mecanismos de suspensão hidropneumática.

O Sprut-SDM1, à semelhança de um tanque, pode ser carregado automaticamente. Graças a esta função, a arma tem uma velocidade de tiro muito elevada.

Além do canhão de 125 milímetros, a nova modificação do Sprut recebeu uma metralhadora adicional de 7,62 milímetros, que vem integrada em um bloco de combate análogo ao usado no tanque T-90M.


Postar um comentário