Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Novo 'destruidor de tanques' russo pode reduzir a cinzas os Abrams e Leopard

Em breve, serão realizados testes estatais do novo canhão antitanque Sprut-SDM1. Graças às suas características modernizadas, esta arma foi batizada de "destruidor de tanques".


Sputnik

Espera-se que a produção em série da arma, destinada para as tropas paraquedistas da Rússia, comece em 2018. O Sprut-SDM1 substituirá a versão Sprut-SD que entrou em serviço em 2005.


Destruidor de tanques 2S25 Sprut-SD exposto no fórum militar EXÉRCITO 2017
Destruidor de tanques 2525 Sprud SD © Sputnik/ Ekaterina Nenakhova

As capacidades da nova arma superam as de qualquer canhão autopropulsado. O Sprut-SDM1 pode bombardear tanques e outros veículos blindados.

"Isso significa que as capacidades desta arma são semelhantes às de um tanque. Outra característica comum com os tanques é o seu canhão liso de 125 milímetros", informa Vladimir Tuchkov no seu artigo publicado no jornal russo Svobodnaya Pressa.

Graças ao seu poder de fogo, que quase equivale aos tanques T-72 e T-90, o Sprut foi batizado como um autêntico "destruidor de tanques". Tuchkov destaca que o canhão, juntamente com o tanque russo Armata, podem reduzir a cinzas os tanques Abrams e Leopard da OTAN.

Para que o canhão, cujo disparo provoca enormes cargas, pudesse ser instalado em uma plataforma de lagarta mais leve, os engenheiros russos tiveram que usar sua máxima criatividade. Desta forma, decidiram diminuir o recuo do Sprut até 740 mm e introduziram na sua concepção mecanismos de suspensão hidropneumática.

O Sprut-SDM1, à semelhança de um tanque, pode ser carregado automaticamente. Graças a esta função, a arma tem uma velocidade de tiro muito elevada.

Além do canhão de 125 milímetros, a nova modificação do Sprut recebeu uma metralhadora adicional de 7,62 milímetros, que vem integrada em um bloco de combate análogo ao usado no tanque T-90M.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas