Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Moscou revela fotos de material bélico dos EUA nas posições do Daesh

O Ministério da Defesa da Rússia publicou na sua conta no Facebook fotos aéreas de posições do Daesh (organização proibida na Rússia), perto da cidade de Deir ez-Zor, nas quais se vê material bélico dos EUA.
Sputnik

"Graças às fotografias aéreas captadas entre 8 e 12 de setembro de 2017, perto das posições do Daesh foi detectado um grande número de veículos blindados norte-americanos Hummer que estão em serviço das forças especiais dos EUA", informou o ministério.


Segundo o ministério, nas fotos é claramente visível o posicionamento das forças especiais dos EUA em pontos de apoio que anteriormente foram equipados pelos terroristas. Nas fotos não há nenhuns vestígios de ataques, bem como de confrontos com os terroristas ou crateras provocadas por ataques aéreos realizados pela coalizão internacional liderada pelos EUA.

"Embora os pontos de apoio dos destacamentos das Forças Armadas dos EUA estejam nas zonas das atuais posições do Daesh, não existem quaisquer vestígios de pre…

O que Coreia do Norte e EUA discutiram em 'reunião secreta' na Suíça?

Representantes de Coreia do Norte e Estados Unidos realizaram uma reunião "secreta" na Suíça nesta semana, segundo informações divulgadas nesta quinta-feira pelo canal de TV japonês NHK.


Sputnik

Segundo a reportagem, o encontro aconteceu nos bastidores da a Terceira Conferência dos Estados-Parte para o ATT (Tratato sobre o Comércio de Armas), que reúne mais de uma centena de nações em solo suíço nesta semana.


Representantes norte-americano e norte-coreano que teriam se reunido secretamente | Reprodução

A reunião colocou frente a frente Choe Kang-il, vice-diretor geral de Assuntos Norte-Americanos no Ministério de Relações Exteriores da Coreia do Norte, e Evans Revere, ex-vice-secretário-adjunto do Departamento de Estado dos EUA, de acordo com a NHK.

A apuração da emissora japonesa não conseguiu desvendar oficialmente o motivo do encontro entre os representantes dos dois países, mas é "provável" que o aumento das tensões entre os dois países tenha estado no centro das conversas entre os dois.

A situação se deteriorou ainda mais no início deste mês, quando Pyongyang conduziu o sexto teste nuclear da história norte-coreana, o mais poderoso já registrado até aqui. Segundo o governo do país, tratou-se de um teste com uma bomba de hidrogênio.

A NHK informou ainda que Choe foi questionado logo após a reunião por vários jornalistas, porém ele manteve o silêncio e não falou com a imprensa.

Esta não é a primeira vez que encontros reservados entre representantes norte-coreanos e estadunidenses são revelados. Em junho, o The Wall Street Journal revelou que autoridades dos dois países vêm mantendo encontros secretos há mais de um ano.


Postar um comentário