Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial americano joga culpa para Israel pelo ataque às forças sírias

No domingo (17), a mídia síria relatou ataque ao povoado sírio Al-Harra, província de Deir ez-Zor, na fronteira com o Iraque, supostamente realizado pela coalizão internacional, liderada pelos EUA, tendo como alvo forças governamentais. Porém, um oficial americano culpou Israel pelo ataque.
Sputnik

Anteriormente, uma fonte militar relatou à mídia síria que drones "provavelmente americanos" bombardearam Al-Harra, entre Abu Kamal e Al-Tanf.

Segundo dados das Forças de Mobilização Popular iraquianas, o ataque matou 22 soldados iraquianos. O Observatório Sírio de Direitos Humanos, por sua vez, disse que o número total de vítimas corresponde a 52 pessoas, citado pelo Haaretz.

"Entre [os mortos] estão ao menos 30 militares iraquianos e 16 sírios, incluindo soldados e membros da milícia leal ao governo", afirmou à mídia o chefe do Observatório Sírio, Rami Abdel Rahman.

Comentando a notícia, o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, Adrian Rankine-Galloway, descartou que W…

'Olho que vê tudo': EUA lançam novo satélite espião ao espaço

Um foguete portador Atlas V, com o satélite de reconhecimento NROL-42 do Escritório Nacional de Reconhecimento (NRO, sigla em inglês), foi lançado em 24 de setembro a partir da Base Aérea de Vandenberg, no estado americano da Califórnia, informou o portal Space.com.


Sputnik

Esse satélite se destina a identificar ameaças potenciais para a segurança nacional dos EUA. De acordo com vários especialistas, o objetivo principal do NROL é detectar lançamentos de mísseis no hemisfério norte através de sensores infravermelhos.


Foguete americano Atlas V
Foguete norte-americano Atlas V © flickr.com/ Official U.S. Navy Page

Embora o lançamento do satélite devesse ter ocorrido em 22 de setembro, o NRO e a United Launch Alliance (ULA) tiveram que o adiar por uma falha de baterias do foguete Atlas V.

"Este lançamento é o culminar de muitos meses de trabalho da empresa ULA e do NRO", afirmou o coronel da Força Aérea dos EUA Gregory Wood. Ele também sublinhou a importância do sucesso desta missão.

O tenente-coronel do esquadrão de lançadores espaciais, Kenneth Decker, declarou que este lançamento "é um bom exemplo de trabalho em equipe de várias organizações que trabalharam dia e noite para garantir a segurança dos norte-americanos".

Em 29 de junho de 2016, a ULA lançou a partir base aérea de Cabo Canaveral um foguete Atlas V com o satélite de reconhecimento NROL-61 a bordo. Além disso, em 1 março de 2017, o satélite espião NROL-79 foi posto em órbita.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas