Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial do Hezbollah: nossos mísseis podem atingir qualquer ponto de Israel

O Hezbollah é capaz de atingir qualquer ponto em Israel com seus mísseis, disse Sheikh Naim Qassem, secretário-geral adjunto do movimento libanês Hezbollah em entrevista ao jornal iraniano al-Vefagh.
Sputnik

"Não há um único ponto nos territórios ocupados fora do alcance dos mísseis do Hezbollah", disse Qassem.


Segundo o alto funcionário, os mísseis servem para impedir Israel de iniciar outra guerra com o Líbano, expondo a "frente israelense".

Qassem comentou também a guerra na Síria, onde o Hezbollah desempenhou um papel ativo na assistência ao governo sírio contra vários agrupamentos terroristas, incluindo o Daesh e Frente al-Nusra (grupos terroristas proibidos na Rússia). O funcionário elogiou as vitórias alcançadas contra os terroristas, mas criticou os EUA por sua suposta obstrução ao processo de paz.

As tensões entre Tel Aviv e o movimento libanês xiita Hezbollah aumentaram em 4 de dezembro depois que as tropas israelenses lançaram a operação Northern Shield, dest…

'Olho que vê tudo': EUA lançam novo satélite espião ao espaço

Um foguete portador Atlas V, com o satélite de reconhecimento NROL-42 do Escritório Nacional de Reconhecimento (NRO, sigla em inglês), foi lançado em 24 de setembro a partir da Base Aérea de Vandenberg, no estado americano da Califórnia, informou o portal Space.com.


Sputnik

Esse satélite se destina a identificar ameaças potenciais para a segurança nacional dos EUA. De acordo com vários especialistas, o objetivo principal do NROL é detectar lançamentos de mísseis no hemisfério norte através de sensores infravermelhos.


Foguete americano Atlas V
Foguete norte-americano Atlas V © flickr.com/ Official U.S. Navy Page

Embora o lançamento do satélite devesse ter ocorrido em 22 de setembro, o NRO e a United Launch Alliance (ULA) tiveram que o adiar por uma falha de baterias do foguete Atlas V.

"Este lançamento é o culminar de muitos meses de trabalho da empresa ULA e do NRO", afirmou o coronel da Força Aérea dos EUA Gregory Wood. Ele também sublinhou a importância do sucesso desta missão.

O tenente-coronel do esquadrão de lançadores espaciais, Kenneth Decker, declarou que este lançamento "é um bom exemplo de trabalho em equipe de várias organizações que trabalharam dia e noite para garantir a segurança dos norte-americanos".

Em 29 de junho de 2016, a ULA lançou a partir base aérea de Cabo Canaveral um foguete Atlas V com o satélite de reconhecimento NROL-61 a bordo. Além disso, em 1 março de 2017, o satélite espião NROL-79 foi posto em órbita.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas