Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Kim Jong-un: Após 'declaração de guerra feroz', Trump e os EUA pagarão caro

Em um raro pronunciamento, o líder norte-coreano Kim Jong-un disse nesta sexta-feira (horário local) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu povo "pagarão caro"pelas “palavras excêntricas” que pregaram a destruição da Coreia do Norte.
Sputnik

Em seu discurso na Assembleia Geral da ONU, Trump afirmou que os EUA estão prontos para a "destruição total" da Coreia do Norte, caso isso se faça necessário.


Além disso, o presidente estadunidense chamou Kim de "Homem Foguete", pelo que considera uma "tática suicida" de provocações contra Washington e o resto dos seus aliados na Ásia.

"Agora estou pensando muito sobre a resposta que ele poderia ter esperado quando ele se permitiu que palavras tão excêntricas tropeçassem da sua língua", disse Kim, em declarações reproduzidas pela Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA).

"Qualquer coisa que Trump possa ter esperado, ele enfrentará resultados além de suas expectativas. Eu vou, …

Opinião: eliminação do 'ministro da guerra' do Daesh é derrota militar dos terroristas

A eliminação de diversos líderes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) durante o ataque da aviação russa é uma importante derrota psicológica e militar dos terroristas, que minará o seu espírito de combate, disse o especialista militar Igor Korotchenko, editor-chefe da revista Natsionalnaya Oborona.


Sputnik

Cerca de 40 terroristas do Daesh, incluindo quatro chefes militares, foram eliminados na sequência de um ataque da aviação russa contra um ponto de comando subterrâneo dos terroristas em Deir ez-Zor, informou o Ministério da Defesa da Rússia na manhã da sexta-feira (8). Entre os extremistas eliminados estavam o chamado emir de Deir ez-Zor, Abu Muhammad al-Shimali, responsável pelas finanças do Daesh e pela transferência de recém-recrutados para as bases de treinamento dos terroristas, e o "ministro da guerra" do Daesh, Gulmurod Khalimov.


Cidade de Deir ez-Zor (foto de arquivo)
Cidade síria de Deir ez-Zor © AFP 2017/ AHMAD ABOUD

"A eliminação dos chefes militares significa que o espírito e a vontade do adversário serão minados", disse Korotchenko.

Segundo ele, a eliminação do "ministro da guerra" do Daesh e do "emir de Deir ez-Zor" é uma importante vitória estratégica da Rússia e da Síria na luta contra o terrorismo internacional e uma derrota psicológica e militar do Daesh.

Anteriormente, o Ministério da Defesa russa sublinhara que os serviços de inteligência de vários países europeus consideram Al-Shimali o organizador da série de ataques terroristas de novembro de 2015 em Paris.


Postar um comentário