Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Radicais sírios estariam recebendo armamento dos EUA através da fronteira com Jordânia

Enquanto o exército sírio parece estar pronto para uma grande ofensiva na província de Daraa, os grupos radicais que operam na região estariam recebendo grandes remessas de material bélico "Made in USA".
Sputnik

Os grupos militantes que atuam no sul da Síria receberam uma grande quantidade de armas e munições fabricadas nos EUA, incluindo mísseis antitanque TOW, informou a agência de notícias FARS.

De acordo com a FARS, o armamento foi entregue através da fronteira com a Jordânia no âmbito de um novo plano dos EUA para assegurar mais apoio a estes grupos na Síria.

A agência informou também que os grupos militantes na província de Daraa começaram a se preparar para impedir a ofensiva do exército sírio.

No início deste mês, o exército sírio intensificou as ações no sudoeste do país, controlado por radicais, perto da fronteira com a Jordânia e as Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

O Ministério da Defesa da Rússia acrescentou que as forças do governo sírio, apoiadas por um grande a…

Opinião: eliminação do 'ministro da guerra' do Daesh é derrota militar dos terroristas

A eliminação de diversos líderes do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) durante o ataque da aviação russa é uma importante derrota psicológica e militar dos terroristas, que minará o seu espírito de combate, disse o especialista militar Igor Korotchenko, editor-chefe da revista Natsionalnaya Oborona.


Sputnik

Cerca de 40 terroristas do Daesh, incluindo quatro chefes militares, foram eliminados na sequência de um ataque da aviação russa contra um ponto de comando subterrâneo dos terroristas em Deir ez-Zor, informou o Ministério da Defesa da Rússia na manhã da sexta-feira (8). Entre os extremistas eliminados estavam o chamado emir de Deir ez-Zor, Abu Muhammad al-Shimali, responsável pelas finanças do Daesh e pela transferência de recém-recrutados para as bases de treinamento dos terroristas, e o "ministro da guerra" do Daesh, Gulmurod Khalimov.


Cidade de Deir ez-Zor (foto de arquivo)
Cidade síria de Deir ez-Zor © AFP 2017/ AHMAD ABOUD

"A eliminação dos chefes militares significa que o espírito e a vontade do adversário serão minados", disse Korotchenko.

Segundo ele, a eliminação do "ministro da guerra" do Daesh e do "emir de Deir ez-Zor" é uma importante vitória estratégica da Rússia e da Síria na luta contra o terrorismo internacional e uma derrota psicológica e militar do Daesh.

Anteriormente, o Ministério da Defesa russa sublinhara que os serviços de inteligência de vários países europeus consideram Al-Shimali o organizador da série de ataques terroristas de novembro de 2015 em Paris.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas