Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Moscou revela fotos de material bélico dos EUA nas posições do Daesh

O Ministério da Defesa da Rússia publicou na sua conta no Facebook fotos aéreas de posições do Daesh (organização proibida na Rússia), perto da cidade de Deir ez-Zor, nas quais se vê material bélico dos EUA.
Sputnik

"Graças às fotografias aéreas captadas entre 8 e 12 de setembro de 2017, perto das posições do Daesh foi detectado um grande número de veículos blindados norte-americanos Hummer que estão em serviço das forças especiais dos EUA", informou o ministério.


Segundo o ministério, nas fotos é claramente visível o posicionamento das forças especiais dos EUA em pontos de apoio que anteriormente foram equipados pelos terroristas. Nas fotos não há nenhuns vestígios de ataques, bem como de confrontos com os terroristas ou crateras provocadas por ataques aéreos realizados pela coalizão internacional liderada pelos EUA.

"Embora os pontos de apoio dos destacamentos das Forças Armadas dos EUA estejam nas zonas das atuais posições do Daesh, não existem quaisquer vestígios de pre…

Opinião: Turquia começa a se orientar para Rússia em vez da OTAN

Analista militar Konstantin Sivkov declarou ao serviço russo da Rádio Sputnik que Ancara é atraída para a Rússia no domínio técnico-militar.


Sputnik

O presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan declarou que Ancara efetuou o primeiro depósito pelos sistemas de mísseis S-400, informa o jornal turco Hurriyet.

Istambul, Turquia, funcionário de uma loja manuseia bandeira da Rússia
Funcionário de uma loja em Istambul, Turqui, manuseia a bandeira da Rússia © AP Photo/ Thanassis Stavrakis

"Os nossos amigos já assinaram o acordo sobre os S-400. Segundo sei, já foi realizado o primeiro depósito. O processo continuará com a concessão de um crédito russo para nós. Eu e o senhor Putin estamos sintonizados sobre esse assunto", informou aos jornalistas o presidente turco após seu regresso do Cazaquistão.

"A Turquia decidiu comprar sistemas russos S-400 e o acordo já foi celebrado, a Turquia vai receber estes sistemas de mísseis. Isso significa que a Turquia começa se orientando para a Rússia no domínio técnico militar e não para a OTAN. Isso enfraquece as posições da OTAN na Turquia", comunicou o analista russo Konstantin Sivkov ao serviço russo da Rádio Sputnik.

De acordo com ele, se estão formando condições para que a Turquia se torne um membro "fraco" da OTAN no sentido estratégico, ela vai se orientar mais para a Rússia. Isso seria uma perda importante para os EUA, que controlam a Europa através da OTAN.

Postar um comentário