Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Putin: Coreia do Norte não precisa ter medo por sua segurança

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, afirmou que é preciso dialogar com a Coreia do Norte, este país não precisa ter medo por sua segurança.


Sputnik

"É preciso que nos orientemos para ao diálogo entre todas as partes interessadas. É preciso que todas as partes deste processo, incluindo a Coreia do Norte, não tenham nenhumas preocupações relacionadas com a ameaça de destruição, mas, pelo contrário, é necessário que todos os participantes do conflito sigam o caminho da colaboração", disse o presidente durante a coletiva de imprensa dedicada ao encerramento da cúpula do BRICS.


Exército Popular da Coreia apresenta, em desfile, complexos de lançamento de mísseis balísticos intercontinentais em abril de 2017
Desfile militar na Coreia do Norte © Sputnik/ Ilia Pitalev

Segundo ele, "nas condições e na situação atual, a escalada da histeria militar é algo absolutamente sem sentido […] Isto conduz a uma situação de completo beco sem saída", frisou ele.

Vladimir Putin destacou também que a Coreia do Norte possui outros tipos de armamento, contra os quais o equipamento antimíssil é inútil.

"Nessas condições, a escalada da histeria militar não levará a nada de bom. Tudo isto pode causar uma catástrofe de escala mundial, bem como a grande número de vítimas", ressaltou o presidente.


Postar um comentário