Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Pyongyang acusa ONU de buscar 'eliminar fisicamente o povo' norte-coreano

A Coreia do Norte criticou fortemente o novo pacote de sanções da ONU e afirmou que as restrições só irão acelerar o seu programa nuclear.


Sputnik

As novas sanções adoptadas contra a Coreia do Norte são "cruéis, imorais e desumanas", afirmou na segunda (18) o Ministério das Relações Exteriores do país em um comunicado publicado pela agência oficial KCNA. 


Uma mulher participa dos festejos comemorando os 105 anos de nascimento de Kim Jong-il
Festejos na Coreia do Norte © Sputnik/ Ilia Pitalev

Classificando a adopção das sanções de "ato hosti", Pyongyang afirmou que estas visam "eliminar fisicamente" o povo norte-coreano.

"A multiplicação das iniciativas dos EUA e de seus vassalos para impor sanções e pressionar a Coreia do Norte só vai acelerar o ritmo de realização completa do nosso arsenal nuclear", declarou o ministério norte-coreano.

A Administração dos EUA indicou que vai pedir a aplicação completa das sanções internacionais contra a Coreia do Norte durante a reunião da Assembleia Geral da ONU nesta semana.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas