Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Análise: presidente ucraniano mata sua indústria ao introduzir novas sanções contra Rússia

O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, assinou um decreto sobre as sanções contra a Rússia adotadas pelo Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia. O especialista Eduard Popov falou com a Sputnik e indicou qual o principal objetivo perseguido pelo governo ucraniano com tal iniciativa.
Sputnik

Em 2 de maio, o Conselho de Defesa e Segurança Nacional da Ucrânia ampliou as medidas restritivas em relação a diversas pessoas físicas e jurídicas russas, bem como prolongou a vigência das sanções introduzidas anteriormente.

Segundo informou a assessoria de imprensa da entidade, as sanções são aplicadas a pessoas "relacionadas com a agressão no ciberespaço e no campo informacional" contra a Ucrânia, "ações criminosas" contra os cidadãos ucranianos detidos na Rússia, bem como aos deputados da Duma de Estado e do Conselho da Federação da Rússia.

O diretor do Centro de Cooperação Pública e Informativa "Europa", Eduardo Popov, disse ao serviço russo da Rádio Sp…

Pyongyang acusa ONU de buscar 'eliminar fisicamente o povo' norte-coreano

A Coreia do Norte criticou fortemente o novo pacote de sanções da ONU e afirmou que as restrições só irão acelerar o seu programa nuclear.


Sputnik

As novas sanções adoptadas contra a Coreia do Norte são "cruéis, imorais e desumanas", afirmou na segunda (18) o Ministério das Relações Exteriores do país em um comunicado publicado pela agência oficial KCNA. 


Uma mulher participa dos festejos comemorando os 105 anos de nascimento de Kim Jong-il
Festejos na Coreia do Norte © Sputnik/ Ilia Pitalev

Classificando a adopção das sanções de "ato hosti", Pyongyang afirmou que estas visam "eliminar fisicamente" o povo norte-coreano.

"A multiplicação das iniciativas dos EUA e de seus vassalos para impor sanções e pressionar a Coreia do Norte só vai acelerar o ritmo de realização completa do nosso arsenal nuclear", declarou o ministério norte-coreano.

A Administração dos EUA indicou que vai pedir a aplicação completa das sanções internacionais contra a Coreia do Norte durante a reunião da Assembleia Geral da ONU nesta semana.


Postar um comentário