Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialista: exército sírio deteve 300 militares franceses de diversas patentes

O presidente Vladimir Putin, em conversa com o presidente sírio Bashar Assad, em Sochi, declarou que, devido ao sucesso da luta antiterrorista das forças sírias e ao início do processo político, as tropas estrangeiras deveriam se retirar do território da Síria.
Sputnik

"A declaração de Vladimir Putin durante seu encontro com Bashar Assad, sobre a necessidade da retirada dos contingentes estrangeiros da Síria, arruína os sonhos dos agressores, que contam com a tentativa de realizar seus objetivos na região através de mercenários criminosos", disse à Sputnik Árabe Akram al Shalli, analista da Gestão Síria de Crise e Guerras Preventivas.

"Nas mãos do exército sírio há oficiais dos serviços de inteligência dos EUA, Grã-Bretanha, países árabes e Israel. Por exemplo, só o número de militares franceses de diversos escalões é de 300 pessoas. Notamos tentativas de exercer pressão sobre o governo sírio, inclusive para libertar os militares estrangeiros presos. Mas esses sonhos não p…

Rápido e invulnerável: novo sistema russo de defesa antimísseis (VÍDEO)

Um vídeo recém-publicado mostra o sistema de defesa antimísseis de curto alcance Sosna em ação.


Sputnik

O sistema de defesa antimísseis Sosna, cujos testes estatais foram concluídos em 2017, foi projetado para substituir o antigo sistema Strela 10. O complexo dispara mísseis guiados 9М340 de alta precisão.


Sistema de defesa antiaérea Sosna
Sistema de defesa antiaerea Sosna © Foto: KBtochmash

Voando a uma velocidade de 3.240 quilômetros por hora, este míssil é invulnerável frente aos meios óticos e eletrônicos utilizados na guerra radioeletrônica.

Cada sistema antiaéreo porta 12 mísseis, que podem ser lançados em apenas cinco segundos, com o alcance de 10 quilômetros e a uma altitude máxima de até cinco quilômetros.

A vantagem mais importante do sistema Sosna é sua grande capacidade de sobrevivência em combate, assegurada pela possibilidade de funcionar de forma oculta. É quase impossível detectá-lo pela radiação, já que o sistema transmite sinais muito fracos entre a bateria e a estação de controle.

Além disso, o Sosna é capaz de operar de forma autônoma, informa o jornal russo Rossiyskaya Gazeta.



Postar um comentário