Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Sepulturas coletivas de Deir ez-Zor escondem vítimas civis de ataques da coalizão?

Na Síria foi formada uma comissão independente, composta por peritos criminais, para identificar os corpos enterrados em sepulturas coletivas na cidade síria de Deir ez-Zor. As sepulturas foram encontradas no território de al Chaitat, no leste de Deir ez-Zor, e perto da vila de Abu Hamam.


Sputnik

Uma fonte entre os médicos comunicou à Sputnik Árabe que "foram encontradas várias sepulturas coletivas, nas quais há muitos corpos de mulheres e crianças. Atualmente, estão sendo realizadas as medidas de preservação dos mesmos para aguardo da comissão independente, que conta com especialistas que devem identificar a causa da morte dessas pessoas. Há muitas evidências de que os ataques da coalizão internacional foram o motivo da morte maciça dos civis desta região".


Cidade de Deir ez-Zor
Deir ez-Zor, Síria © AFP 2017/ AHMAD ABOUD

A fonte assinalou que, provavelmente em breve, sejam encontradas outras sepulturas coletivas de civis em outras áreas da província por serem encontradas em todos os locais, onde os terroristas estabeleceram seu poder.

Segundo os especialistas, as sepulturas encontradas já têm mais de um ano. Até agora, foram identificadas 40 pessoas das 750. Por causa das ações do Daesh (organização proibida na Rússia e em vários outros países) e dos ataques aéreos morreram cerca de 2 mil civis.


Postar um comentário