Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha e Aeronáutica do Brasil auxiliam buscas a submarino argentino desaparecido, diz ministro

Segundo Raul Jungmann, três navios e um avião brasileiros já foram disponibilizados. Última vez que o submarino militar com 44 pessoas a bordo manteve contato com a base foi na quarta-feira (15).
Por G1, Brasília

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, publicou em seu perfil no Twitter neste sábado (18) que três navios da Marinha brasileira "já estão auxiliando" nas buscas a um submarino argentino que desapareceu com 44 tripulantes a bordo.

Ainda segundo o ministro, a Força Aérea Brasileira (FAB) disponibilizou um avião para também ajudar na procura pelo submarino e um segundo avião "será deslocado para apoiar as buscas do submarino argentino desaparecido" a partir deste domingo (19).

O submarino militar ARA San Juan manteve contato com a base pela última vez na manhã de quarta-feira (15), quando estava no sul do Mar Argentino, a 432 quilômetros da costa patagônica do país.

De acordo com a FAB, o primeiro avião disponibilizado pelo Brasil decolou, com 18 tripulantes, às 17…

Seul: tremor de terra foi quase 10 vezes mais forte que último teste de Pyongyang

O chefe do Comitê de Defesa sul-coreano, Kim Young-woo, declarou que o sexto teste nuclear de Pyongyang teve uma potência de 100 quilotoneladas, quatro ou cinco vezes mais que a bomba nuclear lançada sobre a cidade japonesa de Nagasaki em 1945, informa Yonhap.


Sputnik

Kim Young-woo destacou que o poder explosivo da versão testada neste domingo foi 9,8 vezes mais forte do que o teste anterior de Pyongyang. O quinto teste nuclear norte-coreano foi realizado no dia 9 de setembro do ano passado, coincidindo com o 68º aniversário da fundação do país. Teve uma potência de 10 quilotoneladas e provocou um terremoto de 5,3 graus de magnitude.


Cidade de Seul, capital da Coreia do Sul
Seul, capital da Coreia do Sul © Sputnik/ Aleksandr Kryazhev

Os militares sul-coreanos confirmaram este domingo ter ocorrido "um sismo artificial perto do polígono de testes nucleares" de Pyongyang, e "acreditam que a Coreia do Norte realizou o seu sexto teste nuclear".


Postar um comentário