Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Morte made in Brazil: conflitos no Oriente Médio alavancam exportação de armamento do país

Uma missão árabe chegou ao Brasil interessada na compra de cargueiros KC-390 fabricados pela Embraer. A visita é resultado do esforço do Grupo Parlamentar Brasil-Arábia Saudita, criado no início deste mês, para aproximar os dois países no campo de defesa militar.
Sputnik

O KC-390 vai substituir os Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira (FAB), é o maior avião produzido na América e foi concebido como um jato militar de transporte, anunciado pela primeira vez na edição de 2007 da Latin America Aero & Defence (LAAD), no Rio de Janeiro. A produção do avião, com capacidade para 23 toneladas de carga, envolve parcerias com fornecedores de peças de Argentina, Portugal e República Tcheca. Com um custo unitário de US$ 85 milhões, o KC-390, em fase final de testes, tem recebido propostas de compra de vários países.



A compra do cargueiro, porém, é apenas um detalhe na exportação brasileira de armamentos não só para a Arábia Saudita, como também para vários países do Oriente Médio e do Norte d…

Suécia pode incrementar cooperação com Goiás

Em breve, a Base Aérea de Anápolis deverá receber os 36 caças Gripen NG, que a Força Aérea Brasileira está adquirindo da Suécia


DefesaNet

Acompanhado da primeira-dama e presidente de Honra da OVG, Valéria Perillo, e do secretário de Relações Internacionais, Isanulfo Cordeiro, o governador Marconi Perillo teve audiência nesta segunda-feira (18) na embaixada da Suécia, em Brasília. Recebido pelo casal, Per-Arne Hjelmborn e Anette Hjelmborn, embaixador e embaixatriz, o governador disse que o encontro serviu para estreitar os laços de amizade que cultiva com o país nórdico localizado na península escandinava: “Esse relacionamento que nós temos cultivado com os embaixadores ao longo dos anos tem rendido muitos frutos para Goiás”.

Resultado de imagem para base aerea anapolis
Base Aérea de Anápolis

A Suécia é líder global em várias áreas. Tem mais de 200 indústrias instaladas no Brasil, muitas em Goiás. Em breve, a Base Aérea de Anápolis deverá sediar os 36 caças Gripen NG, que a Força Aérea Brasileira está adquirindo da Suécia. “Isso, por si só, transforma a Base Aérea de Anápolis na mais importante do Brasil”, considera Marconi.

No almoço de hoje, as autoridades dos dois países também falaram sobre dois seminários que serão realizados em Goiânia no dia 4 de outubro próximo, ocasião em que o Centro Sueco de Pesquisa e Ciência irá apresentar um estudo sobre as oportunidades de cooperação com Goiás. “Isso – disse o embaixador Hjelmborn – faz parte de uma estratégia de longo prazo de se buscar oportunidades nos estados mais dinâmicos e, obviamente, o estado de Goiás, por sua localização geográfica privilegiada e economia diversificada se torna em um dos mais atrativos para futuros investimentos”.

Ele confirmou que a embaixada está realizando um mapeando dos interesses que a Suécia tem em Goiás. “Temos muito para avançar em vários outros setores, como ciência e tecnologia e cidades sustentáveis. Temos muitas oportunidades a serem exploradas em Goiás”, garantiu.

O governador Marconi concluiu o dia de visitas em Brasília, tendo uma audiência institucional com o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, com quem tratou do encaminhamento de assuntos do interesse de Goiás, entre os quais o que garante migração de AM para FM a uma nova leva de rádios goianas. Em Goiás, 51 rádios apresentaram interesse em fazer a mudança de faixa, mas apenas 14 foram contempladas na primeira etapa, que teve a mudança concretizada dia 31 de maio passado, em solenidade em Goiânia. O setor de radiodifusão gera mais de 750 mil empregos diretos e indiretos em Goiás.

Postar um comentário