Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

Suspensão de voos para Erbil é bloqueio do governo iraquiano, dizem autoridades curdas

O governo regional do Curdistão considerou a decisão das autoridades iraquianas de suspender voos para a região autônoma como uma "punição coletiva" e um bloqueio, de acordo com um comunicado publicado no site do governo no sábado.


Sputnik

Na noite de sexta-feira, todos os voos internacionais de e para os aeroportos de Erbil e Sulaymaniyah foram suspensos pela Autoridade de Aviação Civil do Iraque (ICAA). A decisão de voos seguiu a recusa do governo do Curdistão em transferir o controle dos postos fronteiriços regionais do Curdistão e dos aeroportos para o governo central iraquiano após um referendo sobre a independência do Curdistão iraquiano, realizada no início desta semana.


Erbil International Airport. (File)
CC BY-SA 2.0 / Jeffrey Beall / Erbil International Airport

"O fechamento dos aeroportos da região do Curdistão é um castigo coletivo e um bloqueio contra toda a população do Curdistão. Demonstra as continuadas violações legais e humanitárias contra o povo curdo, sob o pretexto de impor a autoridade federal iraquiana", disse o porta-voz do governo curdo Safeen Dizayee disse, como citado no comunicado.

Dizayee enfatizou que o encerramento do espaço aéreo do Curdistão evitaria o transporte de civis e soldados feridos em batalhas com o grupo terrorista Daesh (autodenominado Estado Islâmico) que atua na região. Muitas famílias curdas, cristãs e sunitas não poderão se reunir com seus parentes, acrescentou.

A votação sobre a independência do Curdistão iraquiano ocorreu na segunda-feira e resultou em 92,7% dos eleitores a favor da independência da região autônoma em relação a Bagdá. O referendo foi fortemente oposto por Bagdá, bem como pelo Irã e pela Turquia.


Postar um comentário