Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Tillerson reitera esforço diplomático com Coreia do Norte

Reuters

WASHINGTON - O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, reconheceu nesta sexta-feira que as crescentes tensões com a Coreia do Norte são desafiadoras, mas disse que esforços diplomáticos continuarão, em meio a retóricas agressivas e ameaças de confronto militar.


Resultado de imagem para rex tillerson
Rex Tillerson | EVAN VUCCI / AP

“Nós estamos muito desafiados, mas nossos esforços diplomáticos continuam inabaláveis”, disse Tillerson, em entrevista à ABC. “Nós implementamos as sanções econômicas mais fortes que já foram reunidas contra (o líder norte-coreano) Kim Jong Un”.

“Então ele está sendo testado com as sanções, com as vozes de todos os cantos do mundo”.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas