Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Troféus de guerra: tecnologias militares desviadas nos últimos 20 anos

A espionagem na indústria militar é uma das formas mais eficazes de obter a tecnologia que não se possui. Na guerra invisível conduzida pelos serviços secretos todos os meios são usados.
Sputnik

A Sputnik conta sobre as tecnologias das quais, em vários momentos, os governos conseguiram se apropriar. 

Drone desaparecido

Em 4 de dezembro de 2011, o mais novo drone stealth norte-americano RQ-170 Sentinel desapareceu no oeste do Afeganistão. Segundo o Pentágono, alguém "cortou" o canal de comunicação entre o drone e o operador. Cinco dias depois, um veículo aéreo não tripulado com características de design semelhantes foi apresentado na televisão iraniana. Ainda não se sabe exatamente como o controle do drone foi interceptado. Especialistas acreditam que isso não poderia ter acontecido sem um moderno sistema de guerra eletrônica entregue ao Irã pela Rússia ou China. Não há informações oficiais sobre esse assunto.

O ex-presidente dos EUA, Barack Obama, apelou às autoridades da Repúbl…

Zapad 2017: ministro bielorrusso pede atividades militares mais transparentes aos vizinhos

A Bielorrússia e a Rússia estão realizando os exercicios militares Zapad 2017 abertos e Minsk quer que seus outros vizinhos assegurem mais transparência em suas atividades militares, disse o ministro da Defesa da Bielorrússia, Andrei Ravkov, neste domingo.


Sputnik

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores da Bielorrússia, Minsk convidou vários observadores internacionais, incluindo representantes das Nações Unidas, Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), OTAN, Comunidade de Estados Independentes (CIS), Organização do Tratado de Segurança Coletiva (CSTO) e o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), bem como pessoal militar e diplomático de sete países da região.


Os militares bielorrussos durante as manobras Zapad (archivo)
Militares bielorrussos na Zapad 2017 © Sputnik/ Igor Zarembo

"Estamos agindo de forma muito transparente enquanto realizamos o Zapad 2017, tendo convidado o número necessário de observadores, meios de comunicação, representantes das organizações internacionais […] Estamos abertos para todos e nossos vizinhos também devem ser mais transparentes", Ravkov disse à emissora da Bielorrússia 1.

As manobras militares conjuntas Rússia-Bielorrússia, apelidadas de Zapad 2017 (Ocidente 2017), começaram na quinta-feira e serão executadas até próxima quarta-feira.

Os exercícios envolvem cerca de 12.700 oficiais e soldados, incluindo cerca de 7.200 militares da Bielorrússia e cerca de 5.500 oficiais e soldados da Rússia.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas