Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

'Chernobyl de armas' na Ucrânia é mais destrutivo do que guerra em Donbass

Na sequência da explosão de um arsenal militar nos arredores da cidade ucraniana de Vinnytsia, foram destruídas mais munições do que as utilizadas pelo exército ucraniano nos últimos três anos de conflito em Donbass.


Sputnik

De acordo com a investigação realizada pela rede de televisão ucraniana TSN, no arsenal de Kalinovka, situado nos arredores de Vinnytsia, havia cerca de 200.000 toneladas de projéteis, minas e mísseis. Enquanto isso, uma parte significativa de munições estava em mau estado e somente 63 pessoas eram responsáveis pela segurança do estabelecimento, dentre elas, grande maioria era aposentada. 


Explosão de munições na Ucrânia
Explosão de munições na Ucrânia © AP Photo/ Efrem Lukatsky

Segundo o Ministério da Defesa da Ucrânia, as chamas destruíram 32 toneladas de munições avaliadas em US$ 800 milhões (R$ 2,53 bilhões).

Em comparação, durante os três anos de conflito em Donbass, o exército da Ucrânia utilizou 24.000 toneladas de munição, comunica a TSN.

As munições do arsenal de Kalinovka, o maior da Ucrânia, explodiram na madrugada de 26 de setembro. Mais de 30.000 moradores do povoado foram evacuados, as consequências da explosão foram sentidas até na capital do país, em Kiev, situada a 200 quilômetros. As autoridades ucranianas fecharam o espaço aéreo a um raio de 50 quilômetros perto do lugar do incêndio.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas