Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Coalizão internacional liderada pelos EUA permite que Daesh fuja de Raqqa

Os militantes do Daesh, organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países, vão deixar Raqqa cercada após chegar a um acordo com as Forças Democráticas da Síria, que se manifestam leais à coalizão internacional liderada pelos EUA, comunica a mídia internacional.


Sputnik

Segundo disse à Reuters Omar Allush, membro do conselho municipal de Raqqa, foi permitido que os terroristas deixem a cidade na noite de 15 de outubro. Ao mesmo tempo, eles planejam levar consigo cerca de 400 civis como escudo humano.


Combatentes das Forças Democráticas da Síria se preparam para disparar contra posições do Daesh na província de Raqqa, na Síria
Combatentes das FDS em Raqqa © REUTERS/ Rodi Said

Ele adiantou que na cidade permanecem ainda combatentes estrangeiros do Daesh, cujo número preciso se desconhece.

Os terroristas conquistaram Raqqa em 2013 e, desde então, ela tem sido considerada como capital do autoproclamado califado do Daesh. Em junho, a coalizão internacional liderada pelos EUA começou o assalto da cidade.


Postar um comentário