Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Congresso dos EUA estaria a ponto de decidir envio de armas letais para Ucrânia?

Membro do Congresso norte-americano, Will Hurd, declarou que a decisão sobre o fornecimento de armas letais para a Ucrânia será tomada em breve.


Sputnik

"O que esperar do Congresso? Vale a pena lembrar que foram dois países a que o Congresso apresentou as tarefas independentes – Israel e Ucrânia. Prevê-se nelas 50 milhões de dólares para armas letais. A administração atual está examinando esta disposição. Eu acho que os complexos de mísseis antitanque transportáveis Javelin são necessários para garantir a defesa da Ucrânia da agressão russa", declarou Hurd em entrevista ao canal Gromadske.


Tanques M1 Abrams. (fodo do arquivo)
Tanques M1 Abrams © Sputnik/ Sergey Melkonov

Ele também notou que "a administração de Trump revisou as posições por muitos problemas".

"Esta questão [sobre os fornecimentos de armas letais para a Ucrânia] foi levantada pelo ministro de Defesa, James Mattis, e pelo conselheiro de Segurança Nacional, Herbert McMuster. Penso que a decisão dobre o fornecimento de armas será tomada em breve", adicionou Hurd.

Anteriormente, o chefe do Estado-Maior General ucraniano, Viktor Muzhenko, comunicou que Kiev entregou a Washington uma lista de armas que a Ucrânia queria receber. O general espera que Washington forneça para seu país armas letais de defesa.


Postar um comentário