Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Drones e aviões militares dos EUA vigiam construção da ponte da Crimeia

Drones e aviões de reconhecimento norte-americanos sobrevoam repetitivamente as fronteias do sul da Rússia, informou a mídia russa, citando o tenente-general, Viktor Sevostyanov.


Sputnik

De acordo com o militar, as maquinas são usadas para monitorar as mudanças das forças do Distrito Militar do Sul, bem como a construção da ponte da Crimeia.


Ponte da Crimeia (foto de arquivo)
Ponte da Crimeia © Sputnik/ Aleksei Pavlishak

O general afirmou que os drones estratégicos dos EUA Global Hawk e os aviões de reconhecimento RS-135 e P-8A Poseidon regressam à zona regularmente.

"É óbvio que sua tarefa principal é identificar rapidamente as mudanças no agrupamento de tropas e as forças do Distrito Militar do Sul. Não descarto que a inteligência estrangeira também tem interesse no ritmo da construção da ponte da Crimeia", disse Sevostyanov.

As principais rotas de seus voos passam ao longo do litoral do mar Negro, desde a parte ocidental da península da Crimeia até a cidade russa de Sochi.

A ponte através do estreito de Kerch, ligará a península da Crimeia à parte continental da Rússia (região de Krasnodar), será a mais extensa da Rússia, medindo 19 quilômetros de comprimento. A inauguração da ponte está planejada para dezembro de 2018.


Postar um comentário