Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

FAB e Exército têm atuação conjunta em fase de testes do KC-390

Aeronave multimissão irá realizar missões humanitárias, transporte de tropas e de cargas, entre outras


DefesaNet | Agência Força Aérea

Militares da Força Aérea Brasileira e do Exército estão trabalhando em conjunto na fase de testes de um dos protótipos do avião multimissão KC-390 – primeira aeronave dessa categoria produzida no Brasil e maior avião militar brasileiro.

KC-390 | Agência Força Aérea / FAB

No mês de setembro, a aeronave fez lançamento de cargas e de paraquedistas - que realizaram inclusive saltos noturnos, na Ala 5, em Campo Grande (MS). Essas etapas fazem parte da campanha de testes e ensaios previstos para a certificação e comprovação das capacidades da aeronave desenvolvida pela Embraer.

Esquadrões de Transporte da FAB vão empregar o avião a partir de 2018, substituindo o cargueiro C-130 Hércules. O KC-390 será utilizado em diversas situações, como missão humanitária, transporte de tropas e lançamento de cargas e de paraquedistas. A nova aeronave também estará apta para fazer reabastecimento em voo.

Segundo o Coronel Samir Mustafá, gerente do projeto na Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), os militares do Exército Brasileiro estão entre os mais relevantes usuários do KC-390, porque detêm toda a expertise e experiência envolvidas no salto de paraquedistas.

"Os militares do Exército são de suma importância para os ajutes finais dos sistemas e subsistemas em desenvolvimento da nossa aeronave", acrescenta.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas