Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Argentina concorda em construir bases norte-americanas em seu território

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, aprovou a construção no país de várias bases militares dos EUA, informou no sábado (21) o portal mexicano Aristegui Noticias com referência a fontes informadas.
Sputnik

De acordo com o portal, trata-se de ao mínimo três bases militares a serem construídas nas províncias de Neuquén (onde fica a jazida de gás de xisto Vaca Muerta), Misiones e Tierra del Fuego, de onde se pode controlar a Antártida.

A sua criação deve ser financiada pelo Comando Sul dos EUA. Um dos principais adeptos da criação de bases seria a ministra da Segurança da Argentina, Patricia Bullrich.

Além disso, nota o portal mexicano, a ministra elogiou a chegada ao país de instrutores americanos que efetuam a preparação dos policiais argentinos antes da cúpula do G20 em novembro. Isso viola as atuais leis argentinas, porque é necessário obter a autorização do Congresso para tais ações, algo que não foi feito.

Força Aeroespacial russa elimina 12 chefes de guerra da Frente al-Nusra na Síria

Em resultado de uma operação especial do Ministério da Defesa russo na Síria foram liquidados diversos comandantes do grupo terrorista Frente al-Nusra (proibido na Rússia e nos outros países), comunicou o representante oficial do Ministério da Defesa russo Igor Konashenkov.


Sputnik

De acordo com a informação de várias fontes não identificadas, o chefe do grupo, Abu Mohammad al-Julani, perdeu um braço e está em estado grave. 


Aviação russa realiza ataques localizados contra instalações dos terroristas na Síria
Ministério da Defesa da Rússia

"Em 3 de setembro o reconhecimento militar russo soube da data e do lugar da reunião dos comandantes da Frente al-Nusra com o líder do grupo, Abu Mohammad al-Julani. Foram enviados caças Su-34 e Su-35 da aviação russa na Síria para eliminar o alvo", informou o representante do Ministério da Defesa russo Igor Konashenkov.

Konashenkov acrescentou que a aviação russa eliminou 12 comandantes de guerra da Frente al-Nusra, incluindo o ajudante mais próximo de al-Julani, o chefe do serviço de segurança do grupo.

"Junto com uma numerosa guarda (cerca de 50 pessoas) também foram eliminados 12 chefes de guerra da Frente al-Nusra, inclusive o chefe do serviço de segurança do grupo, Ahmad al-Giza", precisou ele.

Nos últimos dois anos, o exército sírio, com o apoio da Força Aeroespacial da Rússia, conseguiu libertar uma grande parte do país. De acordo com as avaliações recentes do Ministério da Defesa russo, a Força Aeroespacial da Rússia destruiu quase uma centena de milhar de alvos terroristas desde o início da operação.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas