Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Qual será resposta síria a novos mísseis 'inteligentes' dos EUA?

A cada declaração do presidente dos EUA, Donald Trump, sobre seus "mísseis inteligentes", os sistemas de defesa antiaérea sírios terão sua própria resposta de mísseis, o que foi demonstrado pelo país em 14 de abril, assegurou à Sputnik o membro do Conselho Público junto ao Ministério da Defesa da Rússia, Igor Korotchenko.
Sputnik

Mais cedo, Sergei Rudskoy, chefe da Direção-Geral Operacional do Estado-Maior das Forças Armadas russas, disse aos jornalistas que os especialistas russos tinham detectado evidências de 22 mísseis terem atingido alvos, de um total de 105 anunciados pelos EUA, na sequência do ataque aéreo dos EUA e seus aliados.


"Os mísseis podem ser 'inteligentes', mas os sistemas da defesa antiaérea podem ser eficientes, por isso, para cada míssil 'astuto' haverá um míssil guiado, o que foi demonstrado pelo ótimo treinamento profissional dos soldados sírios. Nas declarações de Trump há muita publicidade, e para cada tweet de Trump sobre seus '…

Força Aeroespacial russa elimina 12 chefes de guerra da Frente al-Nusra na Síria

Em resultado de uma operação especial do Ministério da Defesa russo na Síria foram liquidados diversos comandantes do grupo terrorista Frente al-Nusra (proibido na Rússia e nos outros países), comunicou o representante oficial do Ministério da Defesa russo Igor Konashenkov.


Sputnik

De acordo com a informação de várias fontes não identificadas, o chefe do grupo, Abu Mohammad al-Julani, perdeu um braço e está em estado grave. 


Aviação russa realiza ataques localizados contra instalações dos terroristas na Síria
Ministério da Defesa da Rússia

"Em 3 de setembro o reconhecimento militar russo soube da data e do lugar da reunião dos comandantes da Frente al-Nusra com o líder do grupo, Abu Mohammad al-Julani. Foram enviados caças Su-34 e Su-35 da aviação russa na Síria para eliminar o alvo", informou o representante do Ministério da Defesa russo Igor Konashenkov.

Konashenkov acrescentou que a aviação russa eliminou 12 comandantes de guerra da Frente al-Nusra, incluindo o ajudante mais próximo de al-Julani, o chefe do serviço de segurança do grupo.

"Junto com uma numerosa guarda (cerca de 50 pessoas) também foram eliminados 12 chefes de guerra da Frente al-Nusra, inclusive o chefe do serviço de segurança do grupo, Ahmad al-Giza", precisou ele.

Nos últimos dois anos, o exército sírio, com o apoio da Força Aeroespacial da Rússia, conseguiu libertar uma grande parte do país. De acordo com as avaliações recentes do Ministério da Defesa russo, a Força Aeroespacial da Rússia destruiu quase uma centena de milhar de alvos terroristas desde o início da operação.


Postar um comentário