Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Analista: entrega de dados de Israel sobre abate de Il-20 significa muito para Rússia

O comandante da Força Aérea Israelense, Amikam Norkin, forneceu ao Ministério da Defesa da Rússia dados sobre o incidente com o avião russo Il-20 na Síria. Israel demonstra que não pretende perder a cooperação estabelecida com a Rússia, disse o analista político Stanislav Tarasov durante uma entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik.
Sputnik

Além destas informações sobre o abate da aeronave, Israel também avisou sobre "as tentativas do Irã de fortalecer sua posição na Síria e entregar armas estratégicas ao Hezbollah". Os militares observaram que é necessário continuar coordenando as ações na Síria, ressaltando a importância de respeitar os interesses dos dois países.

O avião russo Il-20 foi abatido sobre o mar Mediterrâneo no dia 17 de setembro, a 35 quilômetros da costa síria, por um míssil do sistema antiaéreo S-200 da Síria, resultando na morte de 15 militares.

Ao mesmo tempo, quatro caças F-16 atacaram instalações sírias em Latakia. De acordo com o Ministério da Defesa da…

Forças Democráticas da Síria declaram libertação completa de Raqqa

As Forças Democráticas da Síria declaram ter libertado Raqqa do "pseudo-califado" e prometem continuar defendendo as fronteiras da província.


Sputnik

"As FDS anunciam com orgulho a partir do centro de Raqqa a vitória das nossas forças em uma grande batalha, que os terroristas perderam. Suas forças foram derrotadas no centro do pseudo-califado. A cidade foi libertada", informa o comunicado do destacamento.


Combatente das Forças Democráticas da Síria (SDF) descansa ao norte de Raqqa
Combatentes da SDF em Raqqa, Síria © REUTERS/ Rodi Said

Durante os combates, 655 combatentes das FDS, entre eles turcos, árabes, turcomenos e curdos, perderam a vida.

As vidas de cerca de 450 mil moradores foram salvas, acrescenta o comunicado.

"Iremos entregar a administração da cidade ao Conselho Civil de Raqqa, e a guarda da cidade e dos arredores às forças de segurança interna. Prometemos defender as fronteiras da província de todas ameaças externas", afirmaram as FDS.

A cidade de Raqqa esteve sob controle do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) desde 2013, a cidade era considerada a capital não oficial dos terroristas. Em 2016, a coalizão liderada pelos EUA anunciou o início da operação para libertar a cidade.

Conforme o comunicado das FDS, a operação durou 134 dias.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas