Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Donetsk declara estar em prontidão de combate para se defender de suposta ofensiva de Kiev

Os destacamentos da autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD) estão em prontidão de combate total e completamente equipados com todo o necessário para o caso de haver uma possível ofensiva das Forças Armadas da Ucrânia em Donbass, declarou aos jornalistas o vice-comandante da Milícia Popular da RPD, Eduard Basurin.
Sputnik

Anteriormente, Donetsk denunciou a preparação de um grande ataque por parte de Kiev no sul da região de Donetsk com uso de veículos blindados pesados, artilharia e lançadores múltiplos de foguetes.


Segundo dados da inteligência, a ofensiva foi programada para 14 de dezembro com o objetivo final de tomar sob controle a fronteira com a Rússia. O líder da RPD, Denis Pushilin, declarou por sua vez que as forças de Donetsk estavam prontas para repelir o ataque.

"Todas as unidades militares foram colocadas em prontidão de combate total. Desde o momento em que recebemos informação sobre a preparação de uma ofensiva em grande escala do lado ucraniano, os nossos des…

Forças Democráticas da Síria declaram libertação completa de Raqqa

As Forças Democráticas da Síria declaram ter libertado Raqqa do "pseudo-califado" e prometem continuar defendendo as fronteiras da província.


Sputnik

"As FDS anunciam com orgulho a partir do centro de Raqqa a vitória das nossas forças em uma grande batalha, que os terroristas perderam. Suas forças foram derrotadas no centro do pseudo-califado. A cidade foi libertada", informa o comunicado do destacamento.


Combatente das Forças Democráticas da Síria (SDF) descansa ao norte de Raqqa
Combatentes da SDF em Raqqa, Síria © REUTERS/ Rodi Said

Durante os combates, 655 combatentes das FDS, entre eles turcos, árabes, turcomenos e curdos, perderam a vida.

As vidas de cerca de 450 mil moradores foram salvas, acrescenta o comunicado.

"Iremos entregar a administração da cidade ao Conselho Civil de Raqqa, e a guarda da cidade e dos arredores às forças de segurança interna. Prometemos defender as fronteiras da província de todas ameaças externas", afirmaram as FDS.

A cidade de Raqqa esteve sob controle do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) desde 2013, a cidade era considerada a capital não oficial dos terroristas. Em 2016, a coalizão liderada pelos EUA anunciou o início da operação para libertar a cidade.

Conforme o comunicado das FDS, a operação durou 134 dias.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas