Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Índia e Japão iniciam exercício de guerra antissubmarino

As Marinhas Indiana e Japonesa iniciaram ontem um intenso exercício de guerra antissubmarino no Oceano Índico, disse um funcionário da defesa.


Poder Naval

O exercício no mar da Arábia será concluído em 31 de outubro, disse em um tweet o porta-voz da Marinha da Índia, Capitão D.K. Sharma.

P-3C da JMSDF

Um avião de combate antissubmarino de longo alcance P-8I da Indian Navy e dois aviões P-3 Orion da Força Marítima de Autodefesa do Japão (JMDSF) participarão do exercício.

As aeronaves P-3 Orion chegaram à estação naval INS Hansa em Goa no domingo para o exercício, que acontece ao mesmo tempo em que aumenta a presença de navios e submarinos chineses no Oceano Índico e Pequim assume uma postura agressiva no Mar da China Meridional.

A segurança marítima e a liberdade de navegação também ocuparam um lugar proeminente nos recentes diálogos de defesa bilaterais e multilaterais da Índia.

A Índia e o Japão, juntamente com os EUA, também se concentraram na guerra antissubmarino no exercício trilateral Malabar, em julho deste ano. A China havia dito naquela época que esperava que o exercício não visasse outros países.

A segurança marítima foi um assunto chave durante as interações entre o ministro da Defesa, Nirmala Sitharaman, e a ministra francesa da Defesa Florence Parly, bem como com o secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, durante suas recentes visitas. Quando o ministro da Defesa, Arun Jaitley, foi ao Japão para um diálogo de defesa bilateral em setembro, a segurança marítima voltou a ser focada.

Postar um comentário