Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Oficial americano joga culpa para Israel pelo ataque às forças sírias

No domingo (17), a mídia síria relatou ataque ao povoado sírio Al-Harra, província de Deir ez-Zor, na fronteira com o Iraque, supostamente realizado pela coalizão internacional, liderada pelos EUA, tendo como alvo forças governamentais. Porém, um oficial americano culpou Israel pelo ataque.
Sputnik

Anteriormente, uma fonte militar relatou à mídia síria que drones "provavelmente americanos" bombardearam Al-Harra, entre Abu Kamal e Al-Tanf.

Segundo dados das Forças de Mobilização Popular iraquianas, o ataque matou 22 soldados iraquianos. O Observatório Sírio de Direitos Humanos, por sua vez, disse que o número total de vítimas corresponde a 52 pessoas, citado pelo Haaretz.

"Entre [os mortos] estão ao menos 30 militares iraquianos e 16 sírios, incluindo soldados e membros da milícia leal ao governo", afirmou à mídia o chefe do Observatório Sírio, Rami Abdel Rahman.

Comentando a notícia, o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, Adrian Rankine-Galloway, descartou que W…

Irã e Turquia fortalecem laços militares após referendo de independência no Curdistão

Representantes do Estado-Maior das Forças Armadas de Irã e Turquia realizaram um encontro em Teerã, nesta segunda-feira, para discutir a cooperação militar entre os dois países, em meio ao interesse mútuo de evitar a possibilidade de criação de um Estado curdo na região.


Sputnik

De acordo com a agência Tasnim, as partes concordaram em expandir a cooperação em termos de treinamento, realização de jogos de guerra e trocas de experiências, além da possibilidade de unir esforços para apoiar populações muçulmanas em dificuldade em Mianmar e outros países. 


Chefe do Estado-Maior da Turquia, general Hulusi Akar, com o seu colega iraniano, general Mohammad Baqeri, em Ancara (arquivo)
Chefe do Estado-Maior da Turquia Hulusi Akar e seu coleta iraniano Mohammad Hossein Baqeri © REUTERS/ Stringer

"Nós conversamos sobre as ameaças em comum e também sobre o referendo do Curdistão iraquiano, com ênfase na manutenção da integridade do Iraque e rejeição ao referendo", afirmou o general Mohammad Hossein Baqeri, chefe do Estado-Maior do Irã. Já o seu colega turco, Hulusi Akar, destacou por sua vez o bom relacionamento entre Ancara e Teerã, afirmando que os dois lados entraram em acordo sobre luta ao terrorismo e fortalecimento da segurança nas fronteiras.

O encontro entre os militares ocorre poucos dias antes de uma visita do presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, ao Irã, onde pretende discutir uma resposta conjunta ao referendo de independência realizado pelo Curdistão.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas