Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa russa: avião Il-20 foi derrubado por mísseis sírios S-200

De acordo com o ministério russo, o sistema de defesa aérea sírio tentava atacar um avião de Israel. No entanto, a tripulação israelense fez uma manobra especial para se proteger, e o míssil acabou atingindo acidentalmente o avião russo Il-20.
Sputnik

O avião Il-20 desapareceu dos radares em 17 de setembro, por volta das 23h do horário de Moscou, (17h em Brasília) durante o retorno planejado à base aérea de Hmeymim, acima do território do mar Mediterrâneo, a 35 quilômetros da costa da Síria, informou o comunicado do Ministério da Defesa da Rússia. O represente oficial da Defesa russa, Igor Konashenkov sublinhou que os aviões israelenses "propositalmente criaram uma situação perigosa para navios e aviões nessa região".

Na opinião dele, para evitar o ataque sírio, a tripulação israelense acabou tornando o Ilyushin-20 alvo de ataque.

"Ao tentarem proteger-se com ajuda do avião russo, os pilotos israelenses o puseram debaixo de fogo do sistema de defesa antiaérea da Síria"…

Iraque faz ofensiva em Kirkuk e assume controle de 'vastas áreas'

As forças iraquianas se deslocaram deste domingo (15) em direção a campos de petróleo e uma importante base aérea controlada por forças curdas perto da cidade rica em petróleo de Kirkuk. A informação foi divulgada por autoridades iraquianas e curdas.


Sputnik

De acordo com o tenente-coronel Salah el-Kinani, da 9ª divisão blindada do exército iraquiano, citado pela Reuters, o objetivo do avanço foi assumir o controle da base aérea K1, a oeste de Kirkuk.


Forças antiterroristas iraquianas em Fallujah
Tropas iraquianas em Fallujah © AFP 2017/ Haidar Mohammed Ali

"As forças iraquianas e a Mobilização Popular estão agora avançando a partir de Taza, ao sul de Kirkuk, em uma operação importante. Sua intenção é entrar na cidade e assumir a base e os campos de petróleo", informou o Conselho de Segurança do Governo Regional do Curdistão (KRG).

Posteriormente, foi relatado que as forças iraquianas assumiram o controle de "vastas áreas" na região rica em petróleo de Kirkuk.

Nenhum lado relatou qualquer confronto armado uma hora após o relatório inicial do avanço iraquiano.

O KRG e o governo central liderado pelos xiitas em Bagdá estão em desacordo desde o referendo de 25 de setembro e seu forte apelo à independência curda.

As tensões entre as duas partes se espalharam pela cidade petrolífera multi-étnica de Kirkuk, que as forças de Peshmerga tomaram conta em 2014 quando as forças de segurança iraquianas entraram em colapso diante de uma investida estatal islâmica.

A implantação de Peshmerga impediu os campos petrolíferos de Kirkuk de cair em mãos jihadistas.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas