Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA confirmam linha estratégica de 'desmembramento da Síria', diz analista

Os EUA declararam que não querem restaurar as regiões na Síria que estão sob o controle de Damasco. O especialista Vladimir Fitin explica na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik o que busca Washington.
Sputnik

Os EUA não querem ajudar na reconstrução das regiões na Síria que ficam sob o controle do presidente sírio Bashar Assad, declarou um alto funcionário dos EUA após o primeiro dia do encontro dos ministros das Relações Exteriores do G7.


Em janeiro, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que Washington não iria ajudar a Rússia, o Irã e Damasco oficial na restauração do país, enquanto a "transformação política" da Síria não se realizasse. Segundo declarou o assistente adjunto do secretário de Estado dos EUA para o Médio Oriente, David Satterfield, a condição da ajuda é a reforma constitucional e eleições sob os auspícios da ONU.

O analista do Instituto dos Estudos Estratégicos da Rússia, Vladimir Fitin, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik comentou a decla…

Itália decide expulsar embaixador da Coreia do Norte

O embaixador norte-coreano em Roma terá que sair da Itália, disse o ministro italiano das Relações Exteriores, Angelino Alfano.


Sputnik

"Nós tomamos a decisão séria de interromper a autorização do embaixador norte-coreano, ele terá de deixar a Itália", disse o chanceler em entrevista ao jornal La Repubblica.


Angelino Alfano Immigration Alfano Frontex should replace Mare Nostrum
Ministro italiano das Relações Exteriores, Angelino Alfano.

Angelino Alfano também considerou "encorajadora" a recente declaração do secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, de que os Estados Unidos mantêm canais de diálogo com Pyongyang.

A tensão está alta na península após uma série de testes balísticos norte-coreanos e exercícios militares dos Estados Unidos. O mais recente teste balístico do país de Kim Jong-un foi realizado no dia 15 de setembro, quando um míssil norte-coreano sobrevoou o norte do Japão antes de cair no Oceano Pacífico, cerca de 20 minutos após o lançamento.

A Itália costuma condenar os testes da Coreia do Norte e pedir o cancelamento de seu programa balístico e nuclear.

Na sexta-feira (29), a chancelaria italiana organizou uma reunião informal sobre a crise norte-coreana com representantes do G7, União Européia e Coreia do Sul e Austrália.


Postar um comentário