Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

Kim Jong-un se orgulha do desenvolvimento de suas 'valiosas' armas nucleares

Kim fez comentários em uma reunião do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia, ocasião em que também promoveu sua irmã Kim Yo-Jong.


Por G1

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, disse que se orgulha de que seu país continue desenvolvendo o seu "valioso" programa nuclear "para defender sua soberania das ameaças nucleares dos Estados Unidos". Suas declarações foram feitas durante uma reunião do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia neste sábado (7).

Resultado de imagem para kim jong un
Kim Jong-un

"As armas nucleares da República Popular Democrática da Coreia são um valioso fruto da sangrenta luta do seu povo por defender o destino e a soberania do país das prolongadas ameaças nucleares dos imperialistas americanos", disse durante a reunião.

O líder da Coreia do Norte também assegurou que a economia nacional está crescendo apesar das sanções impostas pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas e pelos EUA em resposta ao desenvolvimento de armas nucleares.

Segundo a a agência estatal norte-coreana KCNA, Kim disse que considera "totalmente acertada" a sua política de apostar de maneira simultânea no desenvolvimento da economia e do seu arsenal nuclear, e pediu que se continue "de maneira invariável por este caminho no futuro".

O encontro, segundo a KCNA também serviu para o partido aprovar nomeações de funcionários de alto escalão.

Irmã 'promovida'

Durante o plenário, que acontece pelo menos uma vez ao ano, a irmã mais nova do líder norte-coreano, Kim Yo-jong, foi eleita como um dos novos membros do politburo do Comitê permanente do Partido, em um sinal de que está ganhando cada vez mais poder e presença no regime norte-coreano.

Além disso, Choe Ryong-hae, um colaborador muito próximo ao líder, se tornou membro da Comitê Central Militar do Partido dos Trabalhadores, enquanto que o ministro de Exteriores Ri Yong-ho foi escolhido membro do politburo do Comitê permanente, detalhou a agência estatal.

A reunião aconteceu em relação à comemoração do 72º aniversário da fundação do Partido dos Trabalhadores da Coreia, uma das datas mais importantes do calendário norte-coreano.

Postar um comentário