Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Mensagem aos EUA: Pyongyang ameaça deixar ninguém vivo 'capaz de assinar uma rendição'

Coreia do Norte advertiu que o seu líder pode reduzir os EUA a cinzas não deixando ninguém “capaz de assinar uma rendição”, informa o Express.


Sputnik

A guerra de palavras entre o líder norte-coreano e o presidente dos EUA se intensificou após Coreia do Norte chamar Trump de "doente mental" e "lunático" em propagandas enviadas para a Coreia do Sul.


O líder norte-coreano, Kim Jong-un (foto de arquivo)
Kim Jong-un © REUTERS/ KCNA

"Por mais desesperadamente que os imperialistas dos EUA possam tentar alegando 'sanções e punições de retaliação' a Coreia do Norte nunca se assustará", expressou a publicação no norte-coreano Rodong Sinmun, divulgada na segunda (30), informa o Express.

De acordo com a publicação, a Coreia do Norte "sempre ganhou o impasse" com os EUA e pediu a "administração arrogante de Trump" para acabar com as provocações em relação à Coreia do Norte.

"Se provocarem a guerra na península da Coreia, todo o território dos EUA será reduzido a cinzas, e não existirá ninguém capaz de assinar uma rendição".

As novas ameaças surgiram depois que os oficiais dos EUA, da Coreia do Sul e do Japão haviam publicado o documento pedindo a Coreia do Norte de "abster-se das provocações irresponsáveis".


Postar um comentário

Postagens mais visitadas