Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Mensagem aos EUA: Pyongyang ameaça deixar ninguém vivo 'capaz de assinar uma rendição'

Coreia do Norte advertiu que o seu líder pode reduzir os EUA a cinzas não deixando ninguém “capaz de assinar uma rendição”, informa o Express.


Sputnik

A guerra de palavras entre o líder norte-coreano e o presidente dos EUA se intensificou após Coreia do Norte chamar Trump de "doente mental" e "lunático" em propagandas enviadas para a Coreia do Sul.


O líder norte-coreano, Kim Jong-un (foto de arquivo)
Kim Jong-un © REUTERS/ KCNA

"Por mais desesperadamente que os imperialistas dos EUA possam tentar alegando 'sanções e punições de retaliação' a Coreia do Norte nunca se assustará", expressou a publicação no norte-coreano Rodong Sinmun, divulgada na segunda (30), informa o Express.

De acordo com a publicação, a Coreia do Norte "sempre ganhou o impasse" com os EUA e pediu a "administração arrogante de Trump" para acabar com as provocações em relação à Coreia do Norte.

"Se provocarem a guerra na península da Coreia, todo o território dos EUA será reduzido a cinzas, e não existirá ninguém capaz de assinar uma rendição".

As novas ameaças surgiram depois que os oficiais dos EUA, da Coreia do Sul e do Japão haviam publicado o documento pedindo a Coreia do Norte de "abster-se das provocações irresponsáveis".


Postar um comentário