Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Mídia: Rússia tem míssil que pode destruir Grã-Bretanha ou Texas em um ataque devastador

A mídia ocidental descreveu com inquietação as capacidades do novo míssil balístico intercontinental Sarmat, informa o Rossiyskaya Gazeta.


Sputnik

De acordo com o jornal britânico Daily Mail este míssil é capaz de transportar 12 ogivas nucleares, superar qualquer defesa e destruir completamente países inteiros. A publicação dá o exemplo seguinte: com um único ataque devastador, o míssil pode destruir a Grã-Bretanha ou o estado do Texas.


Resultado de imagem para RS-28 Sarmat
RS-28 Sarmat

Também se comunica que o míssil foi desenvolvido desde 2009 e agora já está pronto para passar os testes e poderá ser entregue ao exército já em 2020.

O Daily Mail, citado pelo Rossiyskaya Gazeta, acrescenta que o míssil é capaz de levar ogivas de 40 megatons de potência, o que é 2 mil vezes mais que a das bombas nucleares lançadas sobre Hiroshima e Nagasaki em 1945.

A edição turca Yeni Akit classifica o míssil russo como "assustador" e "louco". A publicação afirma que o míssil da nova geração Sarmat pode destruir completamente um território do tamanho da França.

A Rússia realizou o teste do seu míssil RS-28 Sarmat na noite de quinta (26), segundo anunciou o Ministério da Defesa do país.

O míssil foi lançado do cosmódromo de Plesetsk e sobrevoou uma distância de 5,8 mil km antes de alcançar o alvo.


Postar um comentário