Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

Ministério da Defesa russo: presença militar dos EUA no Báltico viola acordo OTAN-Rússia

De acordo com o Ministério russo da Defesa, a presença do contingente militar dos EUA nos países bálticos contradiz o acordo OTAN-Rússia.


Sputnik

A 2ª brigada armada dos EUA já chegou à Polônia e se instalou aí junto com veículos blindados, a 3ª brigada permanece na Polônia, comunicou o porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov.


Soldados poloneses e norte-americanos durante exercícios conjuntos Anakonda 16 perto de Torun, Polônia, junho de 2016
Tropas polonesas e norte-americanas em exercício militar © REUTERS/ Kacper Pempel

"Assim, ao contrário de todas as afirmações da OTAN e dos EUA sobre o número 'pouco significativo' de tropas deslocadas perto das fronteiras russas, de facto hoje está instalada não uma brigada, mas uma divisão mecanizada dos EUA, para onde, no espaço de 2 horas, pode ser enviado pessoal da base norte-americana mais próxima na Europa", acrescentou Konashenkov.

De acordo com ele o deslocamento de tropas adicionais norte-americanas para a Europa surge em meio da histeria ocidental sobre as manobras Zapad 2017, que alegadamente não teriam sido transparentes.

Ele afirma que toda a histeria da mídia europeia e especialmente dos países do Báltico em torno da "ameaça russa" proveniente das manobras russo-bielorrussas Zapad 2017 é um pretexto para o deslocamento de tropas norte-americanas adicionais. "Quem é que se prepara para agressão?", foi a pergunta retórica com que finalizou o discurso.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas