Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Ministro da Defesa russo: situação na fronteira ocidental pode se agravar

O Ministro da Defesa da Rússia Sergei Shoigu constatou na sexta (27) que a situação político-militar ao longo da fronteira ocidental da Rússia continua tensa.


Sputnik

Além disso, a situação tem tendência para se agravar, afirmou o ministro russo, falando na reunião colegial do ministério, informa o Rossiyskaya Gazeta.


Treinamentos bilaterais de grande escala da defesa antiaérea e da aviação da Região Militar Ocidental
Soldado russo em treinamento na Região Militar Ocidental © Sputnik/ Ministério da Defesa da Rússia

Ele acrescentou que na Polônia e no Báltico estão posicionados 4 grupos táticos multinacionais a nível de batalhão com até 5 mil militares em total.

Ao mesmo tempo, uma brigada blindada e uma brigada de aviação do exército dos EUA estão estacionadas na Polônia e na Alemanha.

Entretanto, nos países da Europa de Leste continuam os trabalhos de instalação dos elementos do sistema da defesa antimíssil dos EUA.

"A intensidade e a escala das iniciativas de preparação tática de combate das forças dos países membros da OTAN perto das nossas fronteiras está crescendo. Só nos últimos 3 meses, no território da Europa de Leste e do Báltico foram realizados mais de 30 exercícios militares", apontou o ministro da Defesa russo.

Os militares russos, de acordo com Sergei Shoigu, estão reforçando as forças efetivas para neutralização de possíveis ameaças e desafios que surjam perto das fronteiras ocidentais russas.

O ministro acrescentou que foram tomadas mais de 20 medidas destinadas ao aumento do potencial militar na Região Militar Ocidental. Além disso, as forças que operam na área vão receber mais de 1,8 mil peças de equipamento militar novo e modernizado até o fim do ano.

Ele sublinhou que uma grande atenção é prestada à entrega às tropas de armas e equipamentos avançados e modernizados. Os fornecimentos de novidades em armamento e equipamento militar estão sincronizados com a criação de infraestruturas para o seu armazenamento e manutenção.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas