Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialistas: aumenta o risco de guerra entre os EUA, a Rússia e a China

O desenvolvimento de novos tipos de armas nucleares de "baixa potência" aumenta o risco de uma guerra entre os EUA, a Rússia e a China, segundo especialistas consultados por Newsweek.
Sputnik

O Pentágono está desenvolvendo dois novos tipos de armas nucleares, para acompanhar os progressos da Rússia e da China nesse terreno. Os especialistas tiveram acesso às minutas do projeto de doutrina nuclear norte-americana, que acusa Moscou e Pequim de ampliar as suas capacidades nucleares. 


Esse documento afirma a necessidade de "desenvolver e incorporar novos meios de contenção e de defesa dos objetivos, quando a contenção não funciona".

Entre outras medidas, o projeto revela a intenção de desenvolver ogivas nucleares de baixa potência para mísseis Trident, utilizados por submarinos da classe Ohio. Além disso, o departamento de Defesa dos EUA planeja desenvolver um míssil nuclear de baixa potência para suas bases marítimas.

O Pentágono considera o atual arsenal nuclear a disposi…

Novo submarino nuclear russo sairá ao mar já no próximo mês

O submarino nuclear estratégico Knyaz Vladimir, do projeto 955A Borei, será comissionado em novembro na Marinha russa, afirmou o comandante-chefe da Marinha, Vladimir Korolev.


Sputnik

Os submarinos nucleares da classe Borei devem se tornar os elementos centrais do componente naval da força de dissuasão nuclear. Com um comprimento igual a quase dois campos de futebol, os novos submarinos podem carregar dezasseis mísseis Bulava, cada um equipado com até dez ogivas nucleares autônomas.


Submarino nuclear russo Vladimir Monomakh da classe Borei
Submarino nuclear russo Vladimir Monomakh, da Classe Borei © Sputnik/ Ildus Gilyazutdinov

"O submarino estratégico nuclear será em breve retirado da rampa da empresa Sevmash na cidade de Severodvinsk", disse o comandante-chefe em entrevista ao jornal Krasnaya Zvezda na segunda-feira (30).

Segundo ele, em 2017, os navios de guerra russos passaram no mar 17.100 dias. Até o ano de 2020, a Marinha russa planeja ter ao serviço oito submarinos estratégicos da classe Borei.


Postar um comentário