Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Novo submarino nuclear russo sairá ao mar já no próximo mês

O submarino nuclear estratégico Knyaz Vladimir, do projeto 955A Borei, será comissionado em novembro na Marinha russa, afirmou o comandante-chefe da Marinha, Vladimir Korolev.


Sputnik

Os submarinos nucleares da classe Borei devem se tornar os elementos centrais do componente naval da força de dissuasão nuclear. Com um comprimento igual a quase dois campos de futebol, os novos submarinos podem carregar dezasseis mísseis Bulava, cada um equipado com até dez ogivas nucleares autônomas.


Submarino nuclear russo Vladimir Monomakh da classe Borei
Submarino nuclear russo Vladimir Monomakh, da Classe Borei © Sputnik/ Ildus Gilyazutdinov

"O submarino estratégico nuclear será em breve retirado da rampa da empresa Sevmash na cidade de Severodvinsk", disse o comandante-chefe em entrevista ao jornal Krasnaya Zvezda na segunda-feira (30).

Segundo ele, em 2017, os navios de guerra russos passaram no mar 17.100 dias. Até o ano de 2020, a Marinha russa planeja ter ao serviço oito submarinos estratégicos da classe Borei.


Postar um comentário