Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Diferentes e parecidos: em que aspectos F-16 e MiG-29 se desafiam

Famoso, leve, universal e ainda relevante: há 40 anos, em 15 de agosto de 1978, a Força Aérea dos EUA adotou em serviço um caça multifuncional de quarta geração – o F-16.
Sputnik

No total, até 2018, mais de 4.500 aeronaves desse tipo foram construídas. Por sua produção em massa o "falcão de ataque", como os pilotos batizaram respeitosamente a aeronave, é um recorde mundial absoluto entre os caças leves. E por suas capacidades de voo e combate o F-16 figura ao mesmo nível dos principais concorrentes – os caças soviéticos e russos MiG-29.

Nesta matéria, a Sputnik apresenta as semelhanças e diferenças entre esses projetos, implementados quase simultaneamente.

Pequeno e armado

Na década de 1970, antes da introdução do caça pesado F-15 Eagle, a Força Aérea dos EUA percebeu que necessitava de um aparelho mais barato, simples e tecnologicamente avançado – um caça tático leve para obter superioridade aérea local. Cinco empresas norte-americanas apresentaram seus projetos. O Pentágono con…

Peça de avião de caça cai em área rural de Piraí, RJ, e atrai curiosidade de moradores

Peça virou uma espécie de atração turística. Ela caiu há quatro meses, mas ninguém sabia a origem.


Por G1 Sul do Rio e Costa Verde

Uma peça de avião caiu no quintal de uma casa na zona rural em Piraí, RJ. O local está atraindo a curiosidade dos moradores e virou uma espécie de atração turística. A peça caiu há sete meses, mas nenhum morador sabia a origem. Segundo o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), a peça é a cobertura da cabine do piloto de um avião de caça.

Peça de avião caça cai em área rural de Piraí (Foto: Reprodução/TV Rio Sul)
Peça de avião caça cai em área rural de Piraí (Foto: Reprodução/TV Rio Sul)

“Estava fazendo almoço, meu menino estava mexendo com animal, aí na hora que eu ouvi aquele barulhão, saí gritando dentro de casa, não sabia o que que era. Fiquei assustada, por que já pensou se isso cai em cima da casa?", argumentou a dona de casa Odete Teixeira.

Outros moradores também se assustaram com o barulho. “Eu estava pescando na lagoa ali, ouvi o barulho e saí correndo, não sabia o que que era. Depois a peça do avião ficou jogada no pasto alí e ninguém procurou. A gente pegou e guardou aqui no sítio até aparecer alguém, mas até hoje não apareceu nada”, contou o autônomo Jesus Gonçalves Monteiro.

O lanterneiro Newton César está cuidando da peça, enquanto o dono não aparece. “Ficou passando uns aviões por cima aí, mas não conseguiram encontrar ela, não. Estou tomando conta da peça para ver se aparece o dono dela”, disse.

O Cenipa confirmou o registro de um caso de perda de canopy, como é chamada a cobertura do cockpit de alguns tipos de aeronaves menores, como dos aviões militares. A peça encontrada na área rural de Piraí se ejetou da cabine traseira de um caça enquanto a aeronave sobrevoava a região de Volta Redonda no dia 20 de março. O centro de investigação informou ainda que ninguém se feriu. Os pilotos conseguiram retornar em segurança para base aérea de Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio, que fará o recolhimento da peça.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas