Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Especialistas: aumenta o risco de guerra entre os EUA, a Rússia e a China

O desenvolvimento de novos tipos de armas nucleares de "baixa potência" aumenta o risco de uma guerra entre os EUA, a Rússia e a China, segundo especialistas consultados por Newsweek.
Sputnik

O Pentágono está desenvolvendo dois novos tipos de armas nucleares, para acompanhar os progressos da Rússia e da China nesse terreno. Os especialistas tiveram acesso às minutas do projeto de doutrina nuclear norte-americana, que acusa Moscou e Pequim de ampliar as suas capacidades nucleares. 


Esse documento afirma a necessidade de "desenvolver e incorporar novos meios de contenção e de defesa dos objetivos, quando a contenção não funciona".

Entre outras medidas, o projeto revela a intenção de desenvolver ogivas nucleares de baixa potência para mísseis Trident, utilizados por submarinos da classe Ohio. Além disso, o departamento de Defesa dos EUA planeja desenvolver um míssil nuclear de baixa potência para suas bases marítimas.

O Pentágono considera o atual arsenal nuclear a disposi…

Polícia Federal iraquiana ocupa edifício administrativo da província de Kirkuk

Policiais federais do Iraque ocuparam o edifício da administração governamental da província de Kirkuk sem resistência alguma, declarou à Sputnik um dos oficiais do edifício.


Sputnik

De acordo com ele, na manhã dessa segunda-feira (16), a maioria dos funcionários da administração da província, incluindo seu governador, Najmiddin Karim, saiu do edifício e partiu em direção ao território de autonomia curda.


Forças iraquianas continuam avançando em Kirkuk
Tropas iraquianas avançam em Kirkuk © AFP 2017/ Ahmad Al-Rubaye

"As forças da Polícia Federal entraram no edifício da administração da província sem encontrar resistência alguma", afirmou um funcionário administrativo e conhecedor da situação.

Segundo ele, as forças federais controlaram "outros prédios importantes" do território da cidade.

Na madrugada do domingo (15), o primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, ordenou ao exército e à polícia do país para assegurar a segurança das bases e instalações federais em Kirkuk. As Forças Armadas do Iraque partiram em direção à cidade.

Mais tarde na segunda-feira (16), militares iraquianos comunicaram que tinham estabelecido controle sobre várias jazidas de petróleo – Leilan, Baba-Karkar, Bai Hasan – sobre vários subúrbios da Kirkuk, base aérea K1, aeroporto e sobre outras instalações importantes.

O conflito entre Bagdá e a autonomia curda em torno da província de Kirkuk se iniciou depois do referendo sobre a independência que os curdos realizaram em 25 de setembro sem autorização das autoridades iraquianas.


Postar um comentário