Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia adverte exército sírio contra entrada em Manbij

O comunicado foi divulgado poucos dias depois de pelo menos quatro soldados americanos terem sido mortos em um atentado suicida na cidade de Manbij, no norte da Síria, cuja responsabilidade foi assumida pelo Daesh (grupo terrorista proibido em Rússia e em vários outros países).
Sputnik

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores turco, Hami Aksoy, alertou as Forças Armadas do governo sírio para que não tentassem entrar na cidade de Manbij, localizada no norte da Síria.


"Às Unidades de Proteção Popular curdas na Síria (YPG) não deveria ser permitido deixar que as forças do regime [do presidente sírio Bashar Assad] entrem em Manbij", disse Aksoy em uma entrevista coletiva na sexta-feira (18). Ele também destacou que "a retirada das tropas norte-americanas da Síria não deveria ajudar os terroristas das YPG e do Partido de União Democrática curdo (PYD)".

As declarações foram feitas depois que nesta quarta-feira (16) na cidade síria de Manbij ocorreu uma explosão em u…

Rússia instala segunda divisão de mísseis S-400 na Síria

Na província síria de Hama foi instalada uma segunda divisão do sistema de defesa antiaérea S-400, informa a edição Jane's Defense Weekly. De acordo com a publicação, os armamentos foram entregues pela Rússia à Síria entre abril e julho de 2017.


Sputnik

Como prova é apresentada uma imagem de satélite datada de 2 de julho, onde se observa uma segunda divisão destes mísseis. De acordo com os autores, colaboradores do centro francês CNES, nesta imagem se podem ver radares e lançadores S-400 a 13 quilômetros a noroeste da cidade de Massiafe. Anteriormente, nesta posição havia uma bateria de defesa antiaérea da Síria S-200VE.


Os sistemas S-400
Sistema de defesa antiaérea russo S-400 Triumph © Sputnik/ Alexander Vilf

No local há radares de varredura circular, quatro lançadores com quatro mísseis cada, bem como um veículo de comando escondido em um bunker. Nas proximidades, há um radar sírio que é responsável pela deteção de alvos para o sistema S-200: uma estação soviética P-14 com uma antena parabólica gigantesca.

Além disso, pelo menos um sistema de defesa antiaérea de curto alcance Pantsir-S está igualmente desdobrado nas posições da divisão. No fórum militar Exército 2017 os militares russos informaram que vários veículos não tripulados haviam sido derrubados pelo sistema Pantsir em 2017 na área de Massiafe.

A segunda divisão foi instalada na cordilheira paralela à costa, o que dá aos radares uma visão ampla. Os primeiros mísseis S-400 foram entregue pela Rússia à Síria no final de novembro de 2015 e foram instalados em Hmeymim.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas