Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

Rússia instala segunda divisão de mísseis S-400 na Síria

Na província síria de Hama foi instalada uma segunda divisão do sistema de defesa antiaérea S-400, informa a edição Jane's Defense Weekly. De acordo com a publicação, os armamentos foram entregues pela Rússia à Síria entre abril e julho de 2017.


Sputnik

Como prova é apresentada uma imagem de satélite datada de 2 de julho, onde se observa uma segunda divisão destes mísseis. De acordo com os autores, colaboradores do centro francês CNES, nesta imagem se podem ver radares e lançadores S-400 a 13 quilômetros a noroeste da cidade de Massiafe. Anteriormente, nesta posição havia uma bateria de defesa antiaérea da Síria S-200VE.


Os sistemas S-400
Sistema de defesa antiaérea russo S-400 Triumph © Sputnik/ Alexander Vilf

No local há radares de varredura circular, quatro lançadores com quatro mísseis cada, bem como um veículo de comando escondido em um bunker. Nas proximidades, há um radar sírio que é responsável pela deteção de alvos para o sistema S-200: uma estação soviética P-14 com uma antena parabólica gigantesca.

Além disso, pelo menos um sistema de defesa antiaérea de curto alcance Pantsir-S está igualmente desdobrado nas posições da divisão. No fórum militar Exército 2017 os militares russos informaram que vários veículos não tripulados haviam sido derrubados pelo sistema Pantsir em 2017 na área de Massiafe.

A segunda divisão foi instalada na cordilheira paralela à costa, o que dá aos radares uma visão ampla. Os primeiros mísseis S-400 foram entregue pela Rússia à Síria no final de novembro de 2015 e foram instalados em Hmeymim.


Postar um comentário