Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Erdogan diz que Turquia continuará operação na Síria, pactuada com Moscou

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira que seu país não interromperá sua operação militar lançada no sábado contra as milícias curdas aliadas dos Estados Unidos no norte da Síria e insistiu que esta operação está pactuada com a Rússia.
EFE

"Não vamos retroceder em Afrin. Falamos com os russos e há consenso", disse o político islamita em relação à região do norte da Síria nas mãos das milícias curdas Unidades de Proteção do Povo (YPG), que Ancara considera terroristas e aliadas da guerrilha curda da Turquia, o PKK.


Erdogan voltou a acusar os EUA de armar e apoiar as YPG, aliadas de Washington contra o grupo jihadista Estado Islâmico.

"Não são honestos conosco. Continuaremos o nosso caminho no marco das conversações que mantemos com a Rússia", apontou.

"Queríamos comprar armas (com os EUA). Não nos deram e entregaram as mesmas armas a organizações terroristas. Que tipo de aliança estratégica é essa?", afirmou o presidente da T…

Senador republicano diz que Trump pode levar EUA a uma '3ª Guerra Mundial'

Bob Corker, de 65 anos, disse estar preocupado ao jornal 'New York Times'.


France Presse

Com suas ameaças contra alguns países, o presidente Donald Trump pode levar os Estados Unidos "a uma terceira Guerra Mundial", afirmou o influente senador republicano Bob Corker, segundo o jornal "New York Times".

Resultado de imagem para donald trump
Donald Trump

"Estou preocupado" e "isso deveria preocupar todos aqueles que amam nosso país", acrescentou o ex-partidário de Donald Trump em uma entrevista publicada no domingo pelo jornal, que não divulgou a frase completa de Corker.

Antes desse violento ataque, o respeitado senador de 65 anos lamentou ser "uma pena que a Casa Branca tenha se tornado uma creche para adultos", depois de ter sido atingido pela salva de tuites matinais de Trump.

Corker, um respeitado senador moderado que chegou a apoiar Trump, tornou-se nos últimos meses o crítico republicano mais franco ao presidente. 

Recentemente, afirmou que apenas a presença de generais no círculo mais próximo de Trump impedia que a Casa Branca mergulhasse no caos.

Trump não fez nenhuma referência a esses comentários em seus tuites de domingo, mas atacou Corker por sua recente decisão de não tentar a reeleição ao Senado e observou que, como presidente do Comitê de Relações Exteriores, o senador do Tennessee tinha uma grande responsabilidade pelo que Trump considera um péssimo acordo nuclear com o Irã.

Postar um comentário