Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Ministro israelense ameaça devolver Líbano à 'Idade da Pedra'

Em entrevista ao portal saudita Elaph, o ministro da Inteligência de Israel, Yisrael Katz, avisou que seu país não hesitará em atacar o Líbano para deter a atividade do grupo xiita libanês Hezbollah, e ameaçou devolver o Líbano à "Idade da Pedra", informou o jornal israelense Haaretz.
Sputnik

Além disso, Katz anunciou que Israel atacará instalações militares do Irã no Líbano: "Temos informações de que o Irã está construindo fábricas de mísseis avançados no Líbano e quero enfatizar que traçamos uma linha vermelha e que não deixaremos que o faça custe o que custar", acrescentou.


Lembrando-se da Segunda Guerra do Líbano em 2006, onde Israel lutou contra o Hezbollah, Katz destacou que os eventos de 11 anos atrás serão um "piquenique" em comparação com o que Israel pode fazer agora.

"Lembro-me de como um ministro saudita disse que devolveria o Hezbollah às suas cavernas no sul do Líbano. Devolveremos o Líbano à Idade da Pedra", declarou o ministro israel…

Sérvia recebe jatos russos MiG-29 durante tensão nos Balcãs

A Rússia iniciou nesta segunda-feira a entrega de seis aviões de combate MiG-29 à Sérvia, parte do hardware militar prometido por Moscou que poderia piorar as tensões nos Bálcãs cansados ​​da guerra.


Por Dusan Stojanovic | The Associated Press | Poder Aéreo

BELGRADO, Sérvia — Dois dos aviões de guerra desmontados foram transportados em um avião de carga russo que aterrissou em um aeroporto militar perto de Belgrado na tarde de segunda-feira. Todos os seis devem chegar até 20 de outubro, quando o ministro russo da Defesa Sergei Shoigu é esperado na capital sérvia.


MiG-29 da Sérvia

Moscou está entregando os MiGs gratuitamente, mas estima-se que a revisão das aeronaves de segunda mão custará à Sérvia cerca de US$ 236 milhões.

A Rússia também prometeu a entrega de 30 tanques de batalha e 30 veículos blindados para a Sérvia, que estave em guerra com seus vizinhos, Croácia, Bósnia e Kosovo na década de 1990, durante a sangrenta dissolução da ex-Jugoslávia.

O presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, disse na segunda-feira que, além dos jatos, o país aumentará a defesa antiaérea, e está negociando a compra dos sistemas S-300 fabricados na Rússia.


Postar um comentário